12 fevereiro, 2006

Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa


Visão Geral

Estima-se que mais de 1 milhão de Americanos têm colite ulcerativa ou doença de Crohn, as duas formas mais comuns de doença inflamatória intestinal. Essas condições, que podem ser muito dolorosas e debilitantes, são causadas por um processo inflamatório crônica do trato digestivo.

Colite ulcerativa e Doença de Crohn são muitas similares - tão similares que são frequentemente confundidas. Ambas inflamam o forro do trato digestivo, e ambas podem causar severo ataque de diarréia e dor abdominal.

A Doença de Crohn pode ocorrer em qualquer parte do trato digestivo, frequentemente atacando todas as camadas dos tecidos afetados. A colite ulcerativa, por outro lado, comumente ataca somente a camada mais interna (mucosa) do intestino grosso (cólon) e do reto.

Ninguém conhece exatamente o que causa a Doença inflamatória intestinal (DII), entretanto o sistema imunológico, fatores genéticos e comportamentais podem estar envolvidos.

Até o momento não existe cura nem para colite ulcerativa nem para doença de Crohn. Mas as novidades são encorajadoras. Pesquisadores identificaram recentemente um gene que, quando defeituoso, pode desencadear doença de Crohn em algumas pessoas. Descobertas como essa podem levar a tratamentos mais efetivos no futuro.

Por enquanto, estão disponíveis várias terapias que podem reduzir dramaticamente todos os sintomas e produzir um longo tempo de alívio.



Sinais e sintomas

Colite ulcerativa e Doença de Crohn têm em comum muitos sintomas, que podem se desenvolver gradativamente ou repentinamente:
Diarréia crônica. A inflamação faz as células das áreas afetadas do intestino secretar uma grande quantidade de água e sal. Como a absorção normal do intestino está prejudicada, o cólon não pode absorver esse excesso de fluido e desenvolve diarréia. Além disso o intestino se contrai mais do que o normal, o que pode contribuir para soltar o intestino.
Dor abdominal e cólica. As paredes do intestino pode ficar inflamadas e inchadas e eventualmente podem engrossar por causa das cicatrizes. Isso pode bloquear o movimento das fezes através do trato digestivo e causar dor, espasmo e vômito.
Sangue nas fezes. O movimento do alimento através do trato digestivo pode fazer o tecido inflamado sangrar. Ou ele pode sangrar por si mesmo. Pode-se notar sangue vivo no vaso sanitário ou sangue escuro misturado com as fezes. E pode haver sangramento sem ser visto (sangue oculto).
Fadiga. Perda de sangue excessiva pode levar a uma anemia e causar extremo cansaço. A doença de Crohn, por causa da inflamação no intestino, pode dificultar a absorção dos nutrientes necessários à manutenção do nível de energia.
Redução do apetite. Algumas vezes a dor abdominal, as cólicas e a reação inflamatória nas paredes do intestino podem interferir com o desejo de se alimentar.
Perda de peso. É muito fácil perder peso se o intestino está inflamado e por isso não se encontra apto a digerir e absorver aquilo que se come.
Febre. Um sintoma comum nos casos severos de Doença Inflamatória do Intestino.

Colite ulcerativa e doença de Crohn também podem ser diferentes em muitos aspectos. Embora a doença de Crohn comumente afete a parte de baixo do intestino delgado (íleo) ou o cólon, ela pode atacar qualquer parte do trato digestivo, da boca até o ânus. Usualmente consiste de inflamação que pode incluir úlceras que se extendem por todas as camadas da parede do intestino. Podem aparecer em muitos locais simultaneamente, intercaladas por áreas de tecido sadio.
A colite ulcerativa, por outro lado, apresenta-se como inflamação restrita ao colon e reto. As áreas afetadas são contíguas e não apresentam tecido normal entre elas. Pode desenvolver pequenas úlceras que sangram, mas estão restritas à camada superficial interna do cólon e reto.
Os sintomas das duas doenças podem variar de leves a severos. Se for o caso de uma leve doença de Crohn não haverá mais que quatro episódios de diarréia por dia, pouca ou nenhuma dor abdominal e o peso poderá se manter normal. Se for severa poderá haver de seis a mais episódios de diarréia por dia junto com forte dor abdominal, perda de peso, febre e outras complicações.
Os sintomas de uma leve colite ulcerativa inclui não mais do que quatro episódios de diarréia por dia, ocasional aparecimento de sangue nas fezes e poucas, dependendo do caso, complicações. Em casos mais severos pode haver de seis a mais episódios de diarréia por dia, aparecimento frequente de sangue nas fezes, febre e outras complicações.
Em geral o curso da Doença Inflamatória Intestinal pode variar muito. Pode permanecer completamente sem sintomas após um ou dois episódios da doença ou pode haver recorrência dos episódios de dor abdominal, diarréia e, algumas vezes, febre ou sangramento.



Causas

Não existe nenhuma certeza do que causa a Doença Inflamatória Intestinal (DII), embora exista um consenso geral sobre o que não causa.
Os pesquisadores já não acreditam que o estresse seja o principal culpado, embora se saiba que ele possa agravar os sintomas.

O pensamento corrente está focado nas seguintes possibilidades:

Sistema imunológico. Alguns cientistas acreditam que a DII possa ser causada por uma bactéria ou vírus desconhecido. O trato digestivo começaria a ficar inflamado quando o sistema imunológico do corpo inicia a batalha contra os microorganismos invasores (¨fogo amigo¨). Também seria possível que a inflamação se originasse do próprio dano causado pelo vírus ou pela bactéria.

Hereditariedade. Quinze a vinte por cento das pessoas com colite ulcerativa ou doença de Crohn tem um dos pais, um dos irmãos ou um dos filhos com o mesmo problema. Os pesquisadores já encontraram um gene que pode ser responsável pela suscetibilidade à DII.

Meio Ambiente. Porque DII ocorre mais frequentemente entre pessoas que vivem em cidades e regiões industrializadas, é possível que fatores ambientais, incluindo dieta rica em gordura ou alimentos refinados possam ser responsabilizados.



Fatores de risco

Doença de Crohn e colite ulcerativa podem atacar em qualquer idade, mas você está mais propenso a desenvolver a Doença Inflamatória Intestinal (DII) se você for jovem. Trinta por cento das pessoas com esta doença estão entre a idade de 10 e 19 anos e a maioria está entre 15 e 35 anos. A média de idade para diagnóstico é de 27 anos.

Um igual número de homens e mulheres têm DII. Embora a raça branca tenha um risco maior de desenvolver a doença, ela pode atacar todos os grupos étnicos. Os judeus e descendentes de europeus possuem um risco cinco vezes maior do que os outros brancos de desenvolver a doença.

Uma pessoa estará sob alto risco de desenvolver a DII se tiver um parente próximo, como pais, irmãos ou filhos com a doença. Se ambos os pais tiverem DII existe 50 por cento de chance dos filhos desenvolverem a doença.

Morar em uma área urbana ou região industrializada aumenta o risco de desenvolver doença de Crohn ou colite ulcerativa.



Quando procurar ajuda médica

Procure seu médica se você experimentar uma mudança nos seus hábitos intestinais com duração maior que 10 dias ou se você tiver algum dos sintomas de DII, como dor abdominal, sangue nas fezes, episódios de diarréia que não melhoram com medicação usual ou uma inexplicável febre com duração maior que 2 dias.

Embora a doença de Crohn e colite ulcerativa não sejam consideradas doenças fatais, elas são doenças importantes e sérias e podem requerer cirurgia. Em alguns casos podem causar complicações com risco de vida.



Triagem e diagnóstico

O seu médico irá diagnosticar a Doença Inflamatória Intestinal (DII) somente afastando outras possíveis causas para os seus sintomas, incluindo sindrome do intestino irritável, diverticulite e câncer coloretal. Para ajudar a confirmar o diagnóstico de colite ulcerativa ou doença de Crohn, você deve fazer um ou mais dos seguintes testes ou procedimentos:

Exame de sangue. Seu médico pode solicitar exame de sangue para descartar anemia ou sinais de infecção. Dois novos testes que pesquisam a presença de certos anticorpos podem ajudar no diagnóstico de doença inflamatória intestinal, mas estes testes são precisos em apenas 80% dos casos.

Enema com bário. Este teste permite ao médico avaliar todo o intestino grosso com raios-X. Bário, uma tinta contraste, é colocado em forma de enema dentro do intestino. Algumas vezes também é colocado ar. O bário preenche e reveste todo o forro interno de intestino, criando uma clara silhueta do reto, cólon e porção do intestino delgado. A duração do teste é de aproximadamente 20 minutos e pode ser um pouco desconfortável.

Sigmoidoscopia. Neste procedimento o médico usa um tubo delgado, flexível, com uma fonte luminosa para examinar o sigmóide, a parte final do cólon. Geralmente o teste é feito em poucos minutos. Pode ser um pouco desconfortável e existe um pequeno risco de perfuração da parede do cólon. Como não se pode ver todo o cólon com este exame, pode-se omitir problemas no início do cólon e no intestino delgado.

Colonoscopia. Este é o teste mais sensível para diagnosticar doença de Crohn ou colite ulcerativa. Ele permite ao médico ter uma visão de todo o cólon usando um tubo fino, flexível, com uma fonte luminosa e uma câmera. Durante o procedimento, o médico pode tirar uma pequena amostra da parede do intestino (biópsia) para análise laboratorial. Algumas vezes esta amostra pode ajudar a confirmar o diagnóstico. Se houver agrupamentos de células inflamatórias chamados granulomas, por exemplo, é provável que você tenha doença de Crohn, já que granulomas não ocorrem em colite ulcerativa. A duração de uma colonoscopia é de 30 minutos aproximadamente. Você pode receber um suave sedativo para tornar o exame mais confortável. Os riscos deste procedimento incluem perfuração da parede do cólon e sangramento.
Ocasionalmente, doença de Crohn afeta somente o intestino delgado e não o colon. Se o médico suspeitar disso, ele pode solicitar um raio-X com bário do intestino delgado em vez da colonoscopia.



Complicações

Doença de Crohn e colite ulcerativa podem causar uma série de complicações, algumas das quais com consequências bem sérias.

Doença de Crohn

Durante o desenvolvimento da doença de Crohn podem ocorrer uma ou mais das seguintes complicações:

Úlceras. Inflamação crônica pode desenvolver úlceras em qualquer lugar do trato digestivo, incluindo a boca e o ânus. É possível encontrar úlceras espalhadas por todo o trato digestivo, mas a grande maioria delas estão na parte final do intestino delgado (íleo terminal), cólon e reto.
Fístulas. Algumas úlceras podem se estender através de toda a parede do intestino criando uma fístula, uma conexão anormal entre diferentes partes do intestino ou entre o intestino e a pele. Quando fístulas internas se desenvolvem os alimentos podem deixar de passar por áreas importantes do intestino, dificultando a absorção. Fístulas externas podem causar drenagem contínua do conteúdo intestinal através da pele. Em alguns casos as fístulas podem ficar infectadas (abcessos), um problema que pode causar risco de vida se não tratado.
Obstrução. Doença de Crohn afeta todas as camadas da parede do intestino. A qualquer momento, parte do intestino pode inchar e estreitar-se, podendo bloquear a passagem do conteúdo digestivo através do intestino delgado. Em alguns casos será necessário uma cirurgia para remover a porção doente do intestino.
Fissura anal. É uma ruptura ou uma fenda no ânus ou na pele ao redor no ânus onde podem ocorrer infecções. Em geral se acompanha com dor durante as evacuações.
Desnutrição. Diarréia, dor e espasmos abdominais podem dificultar a alimentação ou a absorção dos nutrientes o bastante para deixá-lo desnutrido.
Outros problemas de saúde. Doença de Crohn pode causar problemas em outras partes do corpo da mesma forma que no intestino. Entre eles estão artrite, inflamação dos olhos ou da pele, pedra nos rins e, ocasionalmente, inflamação nos ductos biliares.
Ninguém conhece exatamente o que causa estas complicações. Alguns pesquisadores acreditam que a mesma resposta do sistema imunológico que produz inflamação no intestino pode causar inflamação em outras partes do corpo.

Retocolite ulcerativa

A mais séria complicação aguda da colite ulcerativa é o megacolon tóxico. Isso ocorre quando o colon fica paralisado impedindo o movimento intestinal e a passagem de gás. Os sintomas são dor e distenção abdominal, febre e fraqueza. Você pode também ficar desorientado e tonto. Se o megacólon tóxico não for tratado pode haver uma ruptura no cólon causando peritonite, uma condição que oferece risco de vida e requer cirurgia de emergência. Pessoas com colite ulcerativa ficam mais propensas a desenvolver doença no fígado, ductos biliares e pele e inflamação nas articulações e nos olhos.

Doença Inflamatória Intestinal e câncer de cólon

Tanto a colite ulcerativa quanto a doença de Crohn aumentam o risco de câncer de cólon. Se você tiver colite ulcerativa o risco aumenta se a duração da doença for superior à 8 anos e estiver espalhada por todo o cólon. O risco será menor se a doença atacar apenas uma pequena porção do cólon.

O mesmo é verdadeiro para a doença de Crohn. Quanto maior for o tempo de duração da doença e maior a área afetada maior a probabilidade de desenvolver câncer de cólon. Mas como o Crohn usualmente não ataca todo o cólon, o câncer é menos comum em pessoas com essa patologia do que naquelas com olite ulcerativa.

Todavia, se você tiver qualquer tipo de doença inflamatória intestinal há mais de 8 anos não deixe de fazer um teste para câncer de cólon a cada 2 anos. O mais efetivo para essa finalidade é a colonoscopia.



Tratamento

A meta do tratamento médico é reduzir a inflamação que provoca os sintomas. Na maioria dos casos, ele deve levar não somente à melhora dos sintomas mas também a um longo período de remissão. Tratamento para Doença Inflamatória Intestinal (DII) involve geralmente terapia com drogas ou cirurgia.
Os médicos usam várias categorias de drogas que controlam inflamação de diferentes maneiras. Na maioria das vezes as drogas que funcionam bem para algumas pessoas podem não funcionar para outras, por isso pode levar um bom tempo até que se descubra o melhor medicamento para cada caso. Além disso, pelo motivo de que algumas drogas causam sérios efeitos colaterais, é necessário pesar os benefícios e os riscos de qualquer tratamento.

Drogas anti-inflamatórias

As drogas anti-inflamatórias geralmente são o primeiro passo no trtamento das doenças inflamatórias intestinais. Elas incluem:
Sulfasalazina. Esta droga vem sendo usada no tratamento da doença de Crohn e retocolite ulcerativa nos últimos 60 anos. Apesar dela ser efetiva em reduzir sintomas das duas doenças, ela tem uma série de efeitos colaterais, incluindo diminuição do apetite, náusea, vômito, erupção na pele e dor de cabeça.
Mesalazina e olsalazine . Esses medicamentos costumam ter menos efeitos colaterais que a sulfasalazina. O uso pode ser em forma de comprimidos ou aplicados no reto em forma de enemas ou supositórios. Os enemas devem ser administrados todas as noites por 4 a 8 semanas, ou até que a camada interna do intestino esteja curada. Enemas de mesalazina podem aliviar os sintomas em mais de 80 por cento das pessoas com retocolite ulcerativa localizada na região final do cólon e no reto.
Balsalazide (Colazal). Esta é uma nova droga, a primeira a ser aprovada para colite ulcerativa nos últimos 10 anos. É uma outra formulação de mesalazina. Colazal libera a medicação anti-inflamatória diretamente no cólon. A droga é similar à sulfasalazina, mas é menos tóxica e produz menores efeitos colaterais. Nas pesquisas clínicas, os efeitos colaterais mais comuns foram dor de cabeça e dor abdominal.
Corticosteróides. Esteróides podem ajudar a reduzir inflamação em qualquer parte do corpo, mas podem causar numerosos efeitos colaterais, incluindo face de "lua cheia", crescimento de pelos na face, suadores noturnos, insônia e hiperatividade. Efeitos colaterais mais sérios incluem hipertensão arterial, diabetes, osteoporose, catarata e um aumento da suscetibilidade às infecções. O uso destas drogas por longo tempo em crianças pode retardar o crescimento. Os médicos geralmente usam corticosteróides somente em caso de uma moderada ou severa DII que não responda a outro tratamento. Eles podem ser melhor tolerados em forma de enema.

Drogas imunosupressoras

Essas drogas também reduzem a inflamação, mas sua ação direciona-se ao próprio sistema imunológico, ao invés de tratar diretamente o processo inflamatório. Pelo fato dessas drogas serem tão efetivas em tratar DII, os cientistas teorizam que os danos encontrados nos tecidos do sistema digestivo seja causado por uma resposta do sistema imunologico ao invasor vírus ou bactéria ou até mesmo ao seu próprio tecido. Ao suprimir esta resposta imunológica a inflamação também é reduzida. As drogas imunossupressoras incluem:
Azathioprine (Imuran) e 6-mercaptopurine (6-MP). Esses imunossupressores são os mais amplamentes usados para o tratamento da doença inflamatória intestinal. Apesar de levarem até 3 meses para iniciarem a fazer efeito, elas ajudam grandemente a reduzir os sintomas das DII em geral e podem curar fístulas causadas pela doença de Crohn.
Infliximab (Remicade). Esta droga é específica para pessoas com doença de Crohn. Ela funciona neutralizando a proteína produzida pelo sistema imunológico conhecida como fator de necrose tumoral (TNF). Infliximab encontra e remove TNF na circulação sanguínea antes que ela cause inflamação no intestino. Infelizmente Remicade pode aumentar o risco de sérias infecções. O uso desta droga tem sido ligado à 84 casos de tuberculose, 14 dos quais com desenvolvimento fatal. Se você esta usando o Remicade atualmente, fale sobre isso com o seu médico.
Methotrexate. Esta droga, que é normalmente usada para tratar câncer, algumas vezes é usada por pessoas com DII que não respondem bem a outros medicamentos. O efeito colateral mais comum em uso por curto espaço de tempo é náusea. Uso por longo tempo pode resultar em lesão no fígado.
Cyclosporine. Esta potente droga normalmente é reservada para aquelas pessoas que não respondem bem às outras medicações. É usada para cicatrizar fístulas na doença de Crohn e para melhorar os sintomas da colite ulcerativa.

Antibióticos

Embora os antibióticos não tenham efeito na colite ulcerativa, eles podem curar fístulas e abscessos em algumas pessoas com doença de Crohn. Típicos antibióticos usados neste caso incluem:
Metronidazole. Um dos antibióticos mais comumente usados para doença de Crohn, metronidazol pode causar sérios efeitos colaterais, incluindo torpor e formigamento nas mãos e pés e, ocasionalmente, dor muscular ou fraqueza. Esses sintomas tendem a desaparecer lentamente, mas em alguns casos nunca cessam totalmente. Outros efeitos colaterais incluem náusea, dor de cabeça, infecção por fungos e diminuição de apetite.
Ciprofloxacin. Esta é uma droga que melhora sintomas em algumas pessoas com doença de Crohn. Ultimamente tem sido preferida ao Metronidazol. Ciprofloxacin pode causar hipersensibilidade à luz e pode retardar crescimento quando dado para crianças.

Adesivos de nicotina

Em testes clínicos, os adesivos de nicotina (os mesmos usados pelos que querem deixar de fumar) parecem produzir por algum tempo alívio nas reagudizações da colite ulcerativa. Os adesivos parecem eliminar os sintomas em 4 pessoas de cada 10 que os utilizam. Mas o efeito funciona por pouco tempo. Os sintomas geralmente retornam em torno de quatro semanas.
Como o adesivo de nicotina funciona ainda não é conhecido. Os pesquisadores acreditam que ele pode proteger o cólon engrossando e aumentando o muco que cobre a parede interna do intestino onde a inflamação geralmente ocorre.

Outros medicamentos

Além de controlar a inflamação, alguns medicamentos podem ajudar a melhorar outros sintomas. Dependendo da severidade da DII, o médico pode recomendar um ou mais dos seguintes:
Antidiarrêicos: Um suplemento de fibra tal como psyllium, por exemplo, podem ajudar os sintomas de leve a moderada diarréia tornando mais consistentes as fezes. Para diarréia mais severa, loperamida pode ser efetivo. Narcóticos devem ser usados com muito cuidado pelo fato de aumentarem o risco de megacólon tóxico.
Laxativos. Em alguns casos pode haver constipação devido ao inchaço do intestino que causa estreitamento. Fale com o seu médico antes de tomar qualquer laxativo. Muitas vezes, mesmo as marcas comuns de laxativos podem ser muito forte para seu organismo.
Analgésicos. Para dor leve o médico pode receitar acetominophen. Não use anti-inflamatório não esteróide tal como aspirina, ibuprofeno ou naproxeno. Eles podem piorar os seus sintomas. De fato, pesquisas têm demonstrado que pessoas com colite ulcerativa que tomam anti-inflamatórios não hormonais têm o dobro do risco de chegarem a tratamento de emergência para problemas digestivos.
Suplemento de Ferro. Se você tiver um sangramento intestinal crônico você pode desenvolver anemia por deficiência de ferro. Tomar suplementos de ferro pode ajudar a restaurar as suas reservas e reduzir este tipo de anemia.
Injeções de Vitamina B-12. Vitamina B-12 ajuda a prevenir anemia, promove o crescimento e o desenvolvimanto normal do corpo e é essencial para a digestão e a assimilação dos alimentos. Ela é absorvida na porção terminal do íleo, uma parte do intestino delgado geralmente afetada pela doença de Crohn. Se a inflamação do seu íleo terminal está interferindo na sua habilidade de absorver esta vitamina, você necessitará de injeções mensais de B-12 por toda a vida. Você também necessitará deste procedimento se o seu íleo terminal foi removido durante uma cirurgia.

Novos tratamentos

Muitos novos tratamentos que prometem aliviar os sintomas da DII com poucos efeitos colaterais estão em diversos estágios de pesquisa.

Um dos tratamentos mais intrigantes já estudados é o uso de hormônio de crescimento humano (HGH) em combinação com uma dieta rica em proteína para tratar doença de Crohn. Em uma pesquisa clínica, as pessoas tratadas com HGH sentiram a redução em seus sintomas após 1 mês de tratamento. Os benifícios continuaram até o fim da pesquisa. Esta melhora reduziu a necessidade de drogas esteróides e imunossupressoras. Os efeitos colaterais, que incluem edema e dor de cabeça, desapareceram após 4 semanas. Mais pesquisas serão necessárias para confirmar esses achados e para determinar os benefícios e riscos da terapia com HGH a longo prazo para pessoas com doença de Crohn.

Drogas que bloqueiam uma proteína produzida pelo sistema imune, conhecida como fator de necrose tumoral (TNF) estão também sendo testadas para o tratamento de doença de Crohn. Entre elas podemos citar:

CDP-571. Produtos baseados em anticorpo tais como CDP-571 contém normalmente uma proteína de rato que pode causar reações alérgicas e outras complicações em humanos. Este anticorpo contém menos proteína de rato que a droga infliximab (Remicade) e, portanto, tem o potencial de causar menos efeitos colaterais.
Etanercept (Enbrel). Esta proteína criada por engenharia genética possui receptores que isolam o TNF.
Thalidomide. Apesar desta droga ser mais conhecida por ter causado severos efeitos de nascimento no passado, ela parece ser efetiva no tratamento da doença de Crohn.
Além dessas drogas, os pesquisadores estão testando versões sintéticas das proteínas que ocorrem naturalmente no organismo, chamadas interleukin 10 e interleukin 12 para o tratamento da doença de Crohn. Também continuam os testes com a medicação anti-coagulante heparina. Ela pode ajudar a controlar a inflamaçao na colite ulcerativa.
Finalmente, uma das primeiras drogas baseadas em gens a emergir como o resultado da mais recente pesquisa genética deverá ser keratinocyte growth factor-2, uma medicação que tem como alvo estimular o crescimento de tecidos sadios em pessoas com colite ulcerativa e feridas crônicas como úlceras de escara que acomete pessoas acamadas.

Cirurgia

Se dieta e mudança do estilo de vida, terapia com drogas ou outro tratamento não aliviam os sintomas, o médico pode recomendar cirurgia para remover a porção lesada do trato digestivo ou para fechar fístulas ou remover tecidos cicatriciais.

No caso de doença de Crohn, cirurgia pode economizar anos de remissão. No mínimo, pode proporcionar uma melhora temporária nos sintomas. Durante a cirurgia o cirurgião remove a porção danificada do trato digestivo e reconecta as secções sadias. Ele pode também fechar fístulas ou remover tecidos aderentes.

Um recente estudo da Mayo Clinic demonstrou que cirurgia laparoscópica usando pequenas incisões pode melhorar os resultados e diminuir o tempo de hopitalização para grande parte de pessoas com doença de Crohn.

Mesmo assim, os benefícios da cirurgia para doença de Crohn são apenas temporários. A doença frequentemente recorre, em geral próximo do tecido reconectado, e algumas vezes em outras partes do trato digestivo.

Por outro lado, se você tem colite ulcerativa, a cirurgia pode eliminar a doença. Mas para que isso aconteça, deverá ser removido inteiramente o cólon e o reto (proctocolectomia). No passado, se você fizesse essa cirurgia você deveria usar uma pequena bolsa através de uma abertura no seu abdome para coletar as fezes. Mas graças a um procedimento que tem sido usado nos últimos 20 anos - anastomose íleo-anal - a necessidade de usar a bolsa foi eliminada. Ao invés da bolsa externa, o cirurgião constrói a bolsa a partir do fim do intestino delgado. Então, ela é ligada diretamente ao ânus. Este procedimento facilita a excreção das fezes normalmente, com o diferencial de que as fezes ficam mais aguadas e a frequência das evacuações aumenta para 5 ou 7 ao dia devido ao fato de que não existe mais o cólon para absorver a água.



Outros fatores que influem no tratamento

Algumas vezes você deve se sentir desamparado ao enfrentar doença de Crohn ou colite ulcerativa. Mas uma simples mudança em sua dieta e em seu estilo de vida pode ajudá-lo a controlar os seus sintomas e prolongar o tempo entre as recorrências da doença.

Dieta

Não ha firme evidência de que o que você come possa verdadeiramente causar Doença Inflamatória Intestinal (DII). Mas certos alimentos ou bebidas podem agravar os seus sintomas, especialmente durante a recorrência da doença. Algumas pessoas com colite ulcerativa ou doença de Crohn necessitam restringir sua dieta todo o tempo, outras somente por algum tempo. Para um número reduzido de pessoas a dieta aparenta fazer muito pouca diferença.

É uma boa idéia tentar eliminar de sua dieta qualquer coisa que possa piorar os seus sintomas. Aqui estão alguma sugestões que podem ajudar:

Limite leite e produtos derivados de leite. Da mesma forma que muitas pessoas com DII, você pode estar notando que alguns sintomas como diarréia, dor abdominal e gás melhoram quando você limita ou elimina leite e derivados. Você deve ter intolerância à lactose - ou seja, o seu organismo não pode digerir o açúcar do leite (lactose). Sendo assim, tente substituir o leite e derivados por iogurte ou queijos com pouca lactose como o Swiss e o Cheddar. Ou use um produto que contenha a enzima lactase, como Lactaid, que ajuda a quebrar (digerir) a lactose. Em alguns casos, entretanto, você deve eliminar completamente qualquer leite e qualquer produtos derivado. Se você necessita de auxílio, um nutricionista pode ajudá-lo a escolher uma dieta saudável que seja pobre em lactose.

Consuma alimentos com pouca gordura. Se você tem doença de Crohn do intestino delgado é possível que não esteja apto a digerir ou absorver gordura. Por outro lado a passagem de gordura pelo intestino pode piorar a diarréia. Alimentos que podem ser especialmente problemáticos incluem manteiga, margarina, creme de amendoim, nozes, maionese, abacate, nata, sorvete, frituras, chocolate e carne vermelha.

Experimente com fibra. Para muitas pessoas, alimentos ricos em fibra como frutas, vegetais e grãos integrais são a base para uma dieta saudável. Mas se você tem DII, as fibras podem fazer com que a diarréia, a dor e os gazes piorem. Se as frutas e os vegetais crus incomodam, você pode consumí-las cozidas ou assadas. Você também pode notar que tolera mais alguns tipos de frutas e vegetais do que outros. Em geral pode haver mais problemas com os vegetais da família dos crucíferos, como a couve, o repolho, o brócolos e a couve-flor, e com alimentos muito crocantes tais como maçã e cenoura crua.

Experimente com proteína. Existe alguma evidência de que comer uma dieta rica em proteína, tal como carne magra, frango, peixe e ovos, pode ajudar a melhorar os sintomas de DII.

Evite alimentos problemático. Elimine qualquer outro alimento que possa piorar os seus sintomas. Entre esses podem estar alimentos "gasosos" como feijão, couve e brócolos, frutas e suco de frutas cruas - especialmente frutas cítricas - alimentos condimentados, pipoca, álcool, cafeína, e alimentos e bebidas que contenham cafeína como chocolate e refrigerantes.

Faça pequenas refeições. Você pode se sentir melhor fazendo 5 ou 6 pequenas refeições do que 2 ou 3 refeições copiosas. Beba pelo menos de 8 a 10 copos de líquidos por dia. Água é melhor. Álcool e bebidas que contenham cafeína estimula o seu intestino e pode piorar a diarréia, enquanto bebidas carbonatadas frequentemente produzem gás.

Pergunte sobre multivitaminas. Como a DII pode interferir com a sua habilidade de absorver os nutrientes e porque a sua dieta pode estar muito limitada, você provavelmente necessita tomar um suplemento de multivitaminas e sais minerais.

Fale com um nutricionista. Se você começar a perder peso ou se a sua dieta está começando a ficar muito limitada, fale com um nutricionista.

Estresse

Embora estresse não possa causar DII, ele pode fazer com que seus sintomas fiquem muito piores e pode desencadear uma recaída. Eventos estressantes podem ser desde uma pequena encomodação até algo pior, perda de emprego ou morte de uma pessoa querida.

Quando você está sob estresse, seu processo digestivo normal muda. Seu estômago se esvazia mais lentamente e secreta mais ácido. Estresse pode também acelerar ou diminuir a passagem de fezes através de seu intestino. Isso pode, também, por si só, causar mudanças no tecido intestinal.
Embora nem sempre seja possível evitar o estresse, você pode aprender técnicas que ajudem a manejá-lo. Algumas dessas estratégias incluem:

Exercício. Mesmo exercícios leves podem ajudar a reduzir estresse, aliviar a depressão e normalizar a função do intestino. Fale com o seu médico sobre um plano de exercício que seja apropriado para você.

Biofeedback. Esta técnica de redução de estresse ajuda você a reduzir a tensão muscular e a desacelerar seu próprio coração com a ajuda de uma máquina. Você irá aprender a como produzir essas mudanças em você mesmo. A meta é ajudar você a entrar em um estado de relaxamento em que você possa conviver mais facilmente com o estresse. Biofeedback é geralmente ensinado em hospitais e centros médicos.

Ioga, massagem ou meditação. São técnicas para aliviar o estresse. Você pode ter aula com um professor de ioga e meditação ou praticar em casa usando livros ou vídeo-cassete.

Exercícios de relaxamento progressivo. Esse ajuda a relaxar todos os músculos do corpo, um de cada vez. Comece por contrair os músculos dos pés, então vá largando a tensão aos poucos. A seguir faça o mesmo com outras partes do corpo. Continue até que todos os músculos do seu corpo, inclusive aqueles ao redor dos olhos e couro cabeludo, estejam totalmente relaxados.

Respirando profundamente. A maioria das pessoas respiram expandindo o tórax. Você começa a ficar mais calmo quando respira através do diafragma - o músculo que separa o tórax do seu abdome. Quando você inspira, faça sua barriga se expandir com o ar; quando expira faça ela se contrair naturalmente. Respirar profundamente pode também ajudar a relaxar a musculatura de seu abdome, o que pode levar seu intestino a funcionar melhor.
Hipnose. Estudos tem mostrado que hipnose pode reduzir dor e inchaço abdominal. Um profissional treinado pode ensinar você a entrar em um estado de relaxamento e então levá-lo a imaginar os músculos do intestino calmos e serenos.

Outras técnicas. Reserve pelo menos 20 minutos por dia para qualquer atividade que você ache relaxante, ouvir música, ler, jogar no computador ou até mesmo tomar um banho morno.



Doença inflamatória intestinal. Aprendendo a lutar

Doença de Crohn e colite ulcerativa não afeta apenas o seu físico - elas mexem também com o seu emocional. Se os seus sintomas forem severos, sua vida pode se resumir a estar sempre às voltas com o banheiro. Em alguns casos, estará totalmente impedido de sair de casa. Se conseguir, e algum acidente ocorrer, sua ansiedade somente fará seus sintomas ficarem piores.

Mesmo que os seus sintomas sejam fracos, gases e dor abdominal podem tornar difícil sua presença em público. Você também poderá se sentir embaraçado por suas restrições dietéticas ou constrangido pela natureza de sua doença. Todos esses fatores - isolamento, constrangimento e ansiedade - podem alterar severamente a sua vida. Algumas vezes eles podem levá-lo a depressão.

Uma das melhores maneiras de ter controle sobre essa situação é conseguir o máximo possível de informação sobre a Doença Inflamatória Intestinal (DII). Além do que você conversa com o seu médico, procure por informações em livros e na internet. Será especialmente importante conversar com pessoas que estejam na mesma situação que você. Organizações tais como Crohn's and Colitis Foundation of America (CCFA) estão distribuidas por todas as partes do mundo. Seu médico, enfermeira ou nutricionista poderá localizar um destes locais que esteja próximo de você, ou você mesmo poderá entrar diretamente em contato. Jornais locais geralmente publicam a data e o local de reuniões de grupos de apoio. Se possível, leve sua família com você para esses encontros. Quanto mais eles souberem sobre a sua doença, melhor será a habilidade deles para entender o que você está sentindo.

Embora os grupos de apoio não sejam para todos, eles podem providenciar valiosa informação sobre os seu problema, bem como lhe dar suporte emocional. Frequentemente os membros destes grupos possuem informação sobre as últimas novidades dos tratamentos médicos e das terapias complementares. Participar desses grupos é também uma maneira de ficar mais tranquilo entre pessoas que entendem o que você está passando.

Algumas pessoas encontram essa ajuda consultando um psicólogo ou psiquiatra que esteja familiarizado com doenças intestinais e as dificuldades emocionais que elas causam. Embora não seja fácil viver com colite ulcerativa ou doença de Crohn, as perspectivas são definitivamente alentadoras comparadas com aquelas de alguns anos atrás.



Abordagem complementar e alternativa

Cada vez mais as pessoas estão se interessando por abordagens de saúde não tradicionais, especialmente quando os tratamentos estandardizados produzem efeitos colaterais intoleráveis ou simplesmente não alcançam a cura desejada. Para canalizar esse crescente interesse, o Instituto Nacional de Saúde (dos Estados Unidos) criou o Centro Nacional para Medicina Complementar e Alternativa (NCCAM) em 1992. A missão do Centro é explorar as terapias não tradicionais dentro de critérios rigorosamente científicos. Em geral, a medicina alternativa se refere a terapias que podem ser usadas em lugar de tratamentos convencionais. Medicina complementar ou integrativa, por outro lado, geralmente integra terapias usadas em conjunto com os tratamentos tradicionais. Terapias complementares podem incluir acupuntura ou acupressura, massagem, música ou arteterapia, imaginação dirigida, ioga, tai chi e hipnose.

Essas definições, entretanto, não são muito precisas. Algumas vezes acupuntura pode ser usada sozinha para tratar um problema do cólon, por exemplo.

Muitas terapias alternativas e complementares nem sempre são direcionadas somente para um problema do corpo, elas se direcionam para a pessoa como um todo - corpo, mente e espírito. Como resultado, elas podem ser bastante efetivas em reduzir estresse, aliviando os efeitos colaterais dos tratamentos convencionais e melhorando a qualidade de vida.

Um estudo publicado na edição de Maio de 1998 do American Journal of Gastroenterology relatou que 51 porcento de pessoas com doença de Crohn ou colite ulcerativa já usaram algum tipo de terapia alternativa ou complementar. A maioria dessas pessoas citou os efeitos colaterais e a ineficácia das terapias convencionais como as principais razões para procurar cuidados alternativos. Melhora da qualidade de vida e o fato de ser tratado como uma pessoa integral, estiveram entre as motivações mais citadas.

Informações sobre a NCCAM podem ser encontradas no seu site da web.



Recursos adicionais

BRASIL:
São Paulo: (ABCD) Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn
Porto Alegre: ABCD - Filial Porto Alegre (Dra. Marta Brenner Machado)
Av. Plínio Brasil Milano, 289/201 CEP: 90520 - 002
Fone: (51) 3333-2212

EXTERIOR:
Crohn's and Colitis Foundation of America
National Center for Complementary and Alternative Medicine
American Autoimmune Related Diseases Association
American Chronic Pain Association


Tradução e adaptação de textos da Mayo Clinic e da Crohn's and Colitis Foundation of America por:


Dr. Jairo Bueno
Consultório: R. Ramiro Barcelos, 1819/101 Fone:(51) 33303658
Porto Alegre RS
Fale conosco: jbueno@portoweb.com.br

...

134 Comments:

At 12:28 PM, Anonymous Anônimo said...

Sou portadora de retocolite ulcerativahá 4 anos,mas a dieta sinceramente é horrível.Tomo 3 mesacol de 800mg /dia e 1 meticortem de 20 diariamente,e nas crises supusitórias de mesacol de 400mg 1x/ao dia,sinto fortes dores abdominais e tenho o abdomem meio distentido.

 
At 10:13 PM, Anonymous Anônimo said...

Fui diagnosticada com retocolite ulcerativa a três meses e estou com diarréia a todo esse tempo, ía ao banheiro cerca de 23 vezes ao dia, agora estou um pouco melhor, vou de 7 a 10 vezes ao dia, tenho cólicas, enjôo, as vezes dores de cabeça, mas já venho sofrendo disso a cerca de três anos, porém como as crises eram curtas, de apenas 2 a 3 dias, não dava muita importância, atualmente tomo 2 comprimidos de mesacol 800mg, 2 comprimidos de Besflox 500mg e deflazacorte 30mg 1 vez ao dia e também tenho o abdomen distendido, mesmo tendo emagrecido 5 quilos, a aparencia é de que engordei. Tudo que realmente gostaria é de que esta crise acabe e que eu tenha um período longo de remissão (sem crise).

 
At 3:20 PM, Anonymous Anônimo said...

Eu tenho Doença de Crohn e com a retirada do leite de vaca e derivados (queijo, requeijão, creme de leite, leite condensado), de alimentos com glúten (trigo, aveia, cevada e centeio), da carne vermelha (boi, carneiro e porco)e de açúcar, tive uma melhora muito grande. Aconselho essa medida para os que sofrem desse problema

 
At 9:05 PM, Anonymous Anônimo said...

Fui diagnosticada como portadora de retocolite ulcerativa e ando me sentindo extremamente cansada, muito embora esteja estável tomando mesalazina 800 mg, 3 vezes ao dia. Gostaria de saber se é normal nos sentirmos mais cansados com essa doença?

 
At 8:36 AM, Blogger karla_andre2002 said...

TENHO RETOCOLITE A 8 ANOS,TIVE REMISSAO POR 2 ANOS,MAS QDO VOLTOU AO INVES DE UMA,AGORA TENHO 3 ÚLCERAS EM PARTES DO INTESTINO,TOMA 8 COMPRIMIDOS DE MESALAZINA DE 400MG,CLORETO DE POTÁSSIO,E PREDINISONA 40MG.AS CRISES CONTINUAM FORTÍSSIMAS,E PENSO EM TROCAR DE MÉDICO,ALGUEM PODE ME AJUDAR?SOU DO RIO DE JANEIRO.OBRIGADA

 
At 8:21 PM, Anonymous KARINA said...

FUI DIAGNOSTICADA COM RCUI EM 2004, FIZ O EU TRATAMENTO E PAREI, EM 2007 TIVE UMA CRISE TERRÍVEL E PROCUREI OUTRO MÉDICO, COMECEI O TRATAMENTO COM MESALAZINA 3.2 G DIA, AZATIOPRINA 150 MG DIA. NÃO TIVE REMISSÃO DA DOENÇA, MAS FUI MENOS VEZES AO BANHEIRO EM TORNO DE 7 VEZES DIA,EM AGOSTO DE 2009 A MÉDICA RESOLVEU ENTRAR COM INFLIXIMAB, PORÉM A BUROCRACIA É GRANDE TANTO PARA PEGAR O REMÉDIO COMO PARA TOMAR. HÁ UMA SEMANA ESTOU EM CRISE, E QUE CRISE, TIVE PNEUMONIA A 30 DIAS, E TENHO QUE ESPERAR PARA TOMAR O INFLIXIMAB. AO CONTRARIO DE MUITO PACIENTES COM RCUI NÃO TINHA DORES ABDOMINAIS, MAS NESTA ÚLTIMA SEMANA ESTOU SENTIDO ESTAS CÓLICAS, SEM CONTAR DAS FÍSTULAS QUE AJUDAM A PIORAR. FAÇO TRATAMENTO COM O PSIQUIATRA E TERAPIA. MAIS O MEU PROBLEMA MAIOR É NÃO CONSEGUIR CHEGAR AO BANHEIRO, E NESTES ÚLTIMOS TEMPOS É TENTAR SAIR DE CASA E TER QUE VOLTAR POIS JA NÃO CONTROLO O ESFINCTER.

 
At 9:30 PM, Anonymous Anônimo said...

Sou portadora de retocolite a 3 anos e meio,estou em crise com muitas dores, sangro muito preciso tomar a droga infliximab com a esperança de que ela possa melhorar os sintomas.No meu caso as medicações ja não fazem efeitos.Gostaria de saber se ao longo dos anos a doença fica mais complicada ou ja se tem uma solução nos casos mais críticos.

 
At 8:45 PM, Anonymous Anônimo said...

Fui diagnosticada com retocolite úlcerativa em 1999,faço tratamento até hoje,há períodos de melhoras, mas há períodos bem criticos. De fato esta doença é muito desconfortavel, já até pedi demissão, pois faltava muito por conta das crises.

 
At 12:33 PM, Anonymous Barbara said...

Desde novembro do ano passado estou com retocolite ulcerativa mas so em abril que foi diagnosticada. Ainda nao comecei o tratamento em si. Por enquanto estou tomando Corticorten e remedio para anemia... Na verdade estava td bem ate comecar a piorar agora, acho que por causa dos derivados do lei e da cafeina e do estresse... Se a doenca for controlada do jeito que estava nao tem tanta complicacao assim... So ia ao banhiro uma vez por dia. Agora estou undo mais, mas acho que eh decorrente a alimentacao e aos fatores psicologicos... Esta doenca mexe muito com o psicologico...

 
At 10:25 PM, Anonymous Milena Dias said...

Descobri que tinha retocolite na minha segunda gravidez, no final de 2005. Durante a gestação não tive crise nenhuma, porém assim que minha filha nasceu veio as crises. Nunca aceitei a doença, começava o tratamento e o conduzia a minha maneira, até que resolvi me cuidar. Minha médica é maravilhosa e tem me ajudado muito a enfrentar o problema. Atualmente estou em uma leve crise, mas, minha dose irá aumentar por uma semana (6 comp. de mesacol 800mg e 03 de Entocort). Tenho muito medo de no futuro ter um câncer de intestino, por isso resolvi levar a sério o tratamento; aceitando e com fé de que um dia a cura chegará para nós....

 
At 11:14 PM, Anonymous Anônimo said...

Sou portadora de retocolite ulcerativa desde de 2ooo, tenho periodos de remissão da doença e tambem os periodos de crise, mas dou Glória a Deus pois não sinto as dores abdominais tão comentada, ja realizei varias colonos, procuro seguir uma dieta rica em vitaminas e proteina, evito frituras , refrigerantes,alimentos fermentaticos. Vivo de maneira a ganhar sempre qualidade de vida. O pior de tudo são as crises e a vergonha de ter que usar com frequencia o banheiro, principalmente em lugar publico. mas consigo vencer cada crise com muita confiança em Deus.

 
At 1:54 PM, Anonymous Anônimo said...

Pois é... o negócio e uma boa dieta. Evitar cafeína, refrigerantes, comer frutas e verduras... evitar muitos produtos industrializados.... frituras. Cheguei a ter crises de 12 vezes ao banheiro num dia... hoje tenho praticamente vida normal com 1 a 2 vezes ao dia porém sem a consistência normal de fezes. Atualmente tomo 2 comprimidos de mesalazina ao dia... por vezes falho... mas não tem me afetado muito.

 
At 12:29 PM, Anonymous JOSE H. F.INACIO said...

EU,Heriberto, portador de doença de crohn, a 11 anos. Estou completando 18 cirurgias, estou tomando o mc 4 comp. por dia.Gosto que todos saibam, que participo desta lornada. Sou morador Teix. de Freitas (BAHIA) QUE TODOS SAIBAM.

 
At 2:40 PM, Anonymous Anônimo said...

Eu sou portador de Doença de Crohn. Já fiz duas cirurgias, mas depois que comecei uma dieta evitando totalmente o leite e derivados, alimentos com glúten (trigo, aveia, cevada e centeio)e alimentos com açúcar, melhorei totalmente e agora estou em remissão, sem medicamentos. Aconselho para todos essa medida.

 
At 4:03 PM, Blogger Soraia said...

No começo desse ano descobri que eu tenhop retocolite ulcerativa.Foi muito dificil tinha diarreia sem parar e dor abdominal mas desde quando eu comecei a tomar os remédios nunca mais tive crise.Tomava 2 corticóides por dia e mesalazina 800mg tres vezes ao dia.Hoje tomo apenas a mesalaina 800 mg duas vezes ao dia e tem dias que eu nem uso o banheiro.Alguns alimentos ainda me fazem um pouco mal como alimentos ricos em lactose como petite suisse e se eu me alimento muito de uma vez sinto um pouco de dor.Mas tenho certeza que logo estarei curada, vejo os depoimentos de pessoas com o mesmo problema e hoje levanto as mãos pro céu pois não tenho uma vida normal.Acredto que mesmo os medicos nao afirmando a doença é emocional pelo menos a minha pois tive a doença depois que perdi os meus pais.Queria desejar pra todas as pessoas do blog com esse mesmo problema melhoras e que nesse momento que vcs leem essa mensagem que entreguem a sua vida e essa doença a Deus pois tenho certea que ele já está me curando e que vai curar a todos vcs que tiverem fé.Mas sempre contnuem fazendo o tratamento direitinho.E lembre-se para os homens pode não ter cura mas pra Deus nada é impossivel.

 
At 6:53 PM, Anonymous Anônimo said...

Fui diagnostica com retocolite há pouco mais de um mês. Tem sido difícil pra mim, pois além disso tenho a gastrite e descobri que tenho intolerancia a lactose. Não é nada fácil. Tem dias que queria sumir pra fugir de tudo isso. Tenho que usar supositorio todas as noites, ganhei uma amemia que tem me deixado com muito sono e com fraqueza. A lista das coisas que não posso comer é enorme. Tenho muito gazes e "morro" de vergonha de ficar indo ao banheiro toda hora. A dor no intestino é horrível e o pior é virar "escrava" da colonoscopia, todo ano ter que fazer para verificar se não aumentou. Acredito em Deus, sei que vou melhorar, mas tem sido difícil, ainda não me acostumei com a ideia, já que essas dores e esses sintomas tenho desde o inicio desse ano (2010), e já perdi 4 quilos em 4 meses. Espero que achem a cura. Melhoras a todos.

 
At 3:18 PM, Anonymous Anônimo said...

Pois é, acho que devemos torcer pela cura, mas, por enquanto, acho que o melhor é fazermos uma dieta totalmente sem leite e derivados (creme de leite - leite condensado - queijos), sem glúten (trigo, aveia, cevada e centeio) e sem açúcar (doces, sobremesas, sorvetes e refrigerantes). Após que a diarréia e a dor tenha passado, todas as hortaliças, todas as frutas, arroz integral, as leguminosas (feijão, lentilha, ervilha e grão de bico)o leite de soja, de arroz ou de amêndoas, o queijo de soja (tofu), a água e os sucos de frutas/hortaliças, o peixe, o frango, as carnes vermelhas (embora não tão saudáveis como o peixe e o frango caipira, por serem mais pró-inflamatórias), as nozes, castanhas e sementes, os temperos e o mel, em pequena quantidade, SÃO PERMITIDOS. A Humanidase se alimentou dessa maneira até 8.000 anos atrás. Com certeza deve ter sido uma boa dieta, pois com ela chegamos até aqui.

 
At 5:43 PM, Anonymous Anônimo said...

Fiz o comentário anterior. Mas uma correção tem que ser feita. Nessa alimentação dos primórdios até 8000 ou 12000 anos atrás, quando começa a agricultura e a criação de animais ainda não existia o cultivo do arroz, que se inicia há mais ou menos 6000 anos, nem o da soja e o das outras leguminosas.

 
At 3:50 PM, Anonymous Márcia said...

Tenho retocolite desde 2003, quando foi diagnosticada, tomei altas dosagens de mesacol e corticoides, mas não conseguia melhorar, foi aí que procurei a medicina alternativa para complementar, recebi inúmeras sessões de Terapia holística, consegui me levantar e renascer para a vida, após as terapias resolvi suspender os remédios e controlar a alimentação, hoje estou recuperada. continuo com muito cuidado com a alimentação, fugindo de tudo que pode fazer mal, e o principal de tudo ter fé em Deus, pois ela move dentro de você uma força divina da qual contribui muito para o seu ego e levanta o seu astral. quem tem este problema ou outro parecido, procure buscar essa força interior, servindo em alguma obra divina, dedicando-se a Deus e perceberá a força que está dentro de você e que a vida pertence a Ele e por isso devemos a Ele. acredite, tenha fé em Deus e em você.

 
At 5:38 PM, Anonymous patricia nunes soares said...

Tenho retocolite desde de 2004,e desde de lá FAÇO TRATAMENTO com essa doença.Comecei com muitos enjoos e vomitos e a feses com sangue e muito cansaço,e quando vi já tinha perdido 20k pois os médicos da minha cidade tratavam como infecção intestinal.Até que paguei exames particulares e foi num proctolonogista e veio o rsultado.Até hoje tenho crises mas nada comparado com a 1.Tomo 6g de sulfasalazinA,ou quando mais fracas 2 supositórios de mesalazina ao dia.Hoje tento ter uma dieta regularizada,sempre convivendo com essa doença,mas ela não me atrapalha de ter uma vida saúdavel.Passear e brincar muito com meu filho de 2 anos víctor.Graças á DEUS que temos esses remedios para aliviar esses sintomas

 
At 2:35 AM, Blogger Antônio said...

Convivo com retocolite há 8 anos, todavia graças a DEUS existem remédios que controlam o problema. Tomo mesalazina oral constantemente, fornecida pelo governo em parceria com a prefeitura. Em épocas de crise, tomo corticóides. Cheguei a parar completamente com os remédios, mas o problema retornou, juntamente com algum stress profissional. Acredito que muitos problemas de saúde advém do stress emocional. Tenho uma vida e alimentação normal e aprendi a me conhecer quando estou entrando em uma nova crise.

 
At 4:31 PM, Anonymous Anônimo said...

sou portadora do reto colite ha algum tempo mas so descubri
ha mas ou menos seis meses,tenho que tomar insufassalazina500mg mas ñ faço corretamente o uso pois o medicamento é caro e me faz mal como posso proucurar ajuda?

 
At 2:11 AM, Anonymous Anônimo said...

Deus está cuidando de cada um de nós de uma forma muito especial. Nada passa despercebido ao nosso Deus. Creiamos nisso. Amém.

 
At 6:50 PM, Blogger paulitchalopes said...

descobri que tinha rcui a 12 anos atraz, tomei sulfasalazina por alguns anos, e a uns 6 anos uso mesalazina , tomo 8comp por dia , azatioprina(imuran) 2 por dia, e ciprofloxacino de uso continuo 2 comp por dia, ja fiz diversas colonos, ja tive muitas crises fortissimas , de internaçao, mas hj estou regular, acho q o stress e a depressao sao verdadeiros viloes pra quem tem dii, a alimentaçao tbm é muito importante . mas observei q muita gente abandona o tratamento , inclusive eu ja fiz isso , pq achava q estava curada, hj vejo q é fundamental manter oi tratamento direitinho, e que Deus nos ajude sempre!

 
At 6:47 PM, Anonymous Anônimo said...

Oi
ha 30 dias recebi o diagnostico de DII , meu medico me indicou o uso de merticotem 20 mgr , apos 15 dias de uso comecei a me sentir muito mau, estou tendo muita fraqueza e taquicardia , minhas pernas estao com dores dificil de articular , nao sei se e efeito colateral do remedio ou sintomas desta doenca .Gostaria de saber um tratamento alternativo.
karla

 
At 2:32 PM, Anonymous Anônimo said...

Meu nome é Edevalter. tenho um filho especial (leve), agora rem teto colite. ele tem 35 anos e tem todos esses sintomas citados . sofro muito mais que ele, poisvejo a cada dia os medicamentos parecem que não fazem efeitos. Não posso sair com ele passear, nem fazer mais o que fazia antes. Mas digo a todos que minha fé é tamanha e que nosso Deus é muito maior e ele vai ser curado,e assim todos que têem essa fé. Minha proposta é que todos entrem em contato e façamos uma rede de oração. Me escrevam, para trocar as idéias e juntos seremos mais fortes.contem comigo. edevalterbueno@gmail.com
Maringá Paraná

 
At 4:19 PM, Anonymous Anônimo said...

Olá... fui diagnosticada com retocolite ulcerativa há uns 3 mêses, após duas crises muito fortes que me levaram a interação. Até então, nunca tinha ouvido falar da doença. No entanto, agora percebo que minha rotina intestinal já estava "anormal" há mais de 1 ano. Durante três mêses, tratei com mesalazina 800mg 3x ao dia. Houve uma melhora grande! Meu médico decidiu passar o tratamento para 800m 1x ao dia, devido à melhora. Porém, os sintomas voltaram. Não tive mais diarréia, mas a presença do muco indica a inflamação. Quem souber de novas pesquisas sobre a doença, por favor, coloquem aqui para que possamos pesquisar mais. São Paulo - SP.

 
At 6:51 PM, Anonymous Anônimo said...

olá
há tres anos descobrie que tenho essa doença que me encomodou bastante ,mas graças a deus hoje convivo bem com ela,tomo 2 comprimidos de sufassalazina por dia,faço exames de tres em tres meses mas com muita dificuldade para conseguir medico na regiao em que eu moro pelo sus.
mas o que temos que fazer mesmo e se apegar com deus e que tudo vai dar certo...
abraços.

 
At 12:31 AM, Blogger bruemanu said...

oi sou bruna e acabei de descobrir q minha filha de 7 meses tem DII, to sofrendo mto; ela vai faze cirurgia e ainda nao toma medicaçao, mas to confiante em DEUS q tudo vai dar certo. Ela e mto forte, com mta dor, diarreia, febre, mas smpre sorrindo, foi de onde tirei forças pra lutar junto a ela, daki pra frente entreguei nas maos de DEUS....

 
At 11:41 AM, Anonymous Anônimo said...

Meu pai é portador de colite ulcerativa há 10 anos toma 4 mesacol de 800mg / dia e não sei o que fazer pq as vezes o remedio sai nas fezes sem ser digeridos do mesmo jeito que deglutio. peço ajuda pq assim o medicamento não faz efeito nenhum.

 
At 9:00 PM, Anonymous Anônimo said...

sou portadora da doença de crohn há mais ou menos 11 anos,tomo mezalazina de 800mg e azatioprina de 50mg,mesmo tomando os medicamentos ,,no começo vi pouco resultado,pois não podia tomar leite e seus derivados,pois se assim fizesse passava um mal inorme,,com passar do tempo procurei uma nutricionista para complimentar o tratamento pois me sentia meio perdida em questão de alimentação, pois não sabia o que podia comer ou não,ela me passou omega 3 ,ai então é que eu tive uma grande melhora,pois já não sinto tanta colicas como sentia e ja não tenho tanta diarréia como antes,e tb descobri que posso tomar leite e alguns derivados, mais só que tudo desnatado e nada integral,comer mt fruta tirando as acidas,legumes ,mandioca peixe..etc

 
At 9:00 PM, Anonymous Anônimo said...

sou portadora da doença de crohn há mais ou menos 11 anos,tomo mezalazina de 800mg e azatioprina de 50mg,mesmo tomando os medicamentos ,,no começo vi pouco resultado,pois não podia tomar leite e seus derivados,pois se assim fizesse passava um mal inorme,,com passar do tempo procurei uma nutricionista para complimentar o tratamento pois me sentia meio perdida em questão de alimentação, pois não sabia o que podia comer ou não,ela me passou omega 3 ,ai então é que eu tive uma grande melhora,pois já não sinto tanta colicas como sentia e ja não tenho tanta diarréia como antes,e tb descobri que posso tomar leite e alguns derivados, mais só que tudo desnatado e nada integral,comer mt fruta tirando as acidas,legumes ,mandioca peixe..etc

 
At 6:23 PM, Anonymous Emerson said...

Emerson -porto alegre
Descobri que tinha retocolite ulcerativa com 29 anos apos uma crise fulminante,pensei que iria morre,sangramento direto emagreci cerca de 10 kilos em uma semana.A medicacao foi pesada com merticonten ,azulfim e ate gardenal pois entrei em uma depressao profunda. Passou a crise e hoje com 39 anos entrei novamente em crise e meu medico me receitou o mesacol 800mg/3 por dia. Hoje evidentemente ja estou prepaparado para enfrentar este monstro e gracas a Deus nunca senti dor ou dores addominais como comentam alguns pacientes. Vou comecar tomar este medicamento hoje e confesso que estou com muito medo da reacao que eu possa ter. Se alguem de porto alegre tiver o mesmo problema que eu e quiser trocar informacoes ,sei la apoio meu msn e rocha12000@gmail.com. O senhor e sabio sempre e isto me conforta. Abracos a todos

 
At 2:17 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho Retocolite ucerativa deis de 2005, já fiz diversos tratamentos uns fazem bem, certo e tempo depois volta tudo como era antes. Estava tomando no momento Mesacol 800mg dois comprimidos 3 vezes ao dia e meticortem 5mg uma vez ao dia. mais parei pq o remedio não estava me fazendo bem, e estou fazendo um dieta alimentar. Uma fruta que faz bem é a maçã sem casca e o melão tb.
e tem cuidar muito do piscologico não se deixar levar.

Colocar coisas boas na cabeça e agente vai curar manter sempre a mente ocupada. NUnca pensar que é um doente pois ajuda muito a doença.

 
At 8:47 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocolite ulcerativa cronica idiopática desde maio de 2009. Tomo Mesacol 800mg 3 x ao dia, Imuran 50mg 1 x ao dia. Estou em remissão há 5 meses, depois de um longo tempo em crise, com diarréias e sangramentos constantes. Tenho muita fé de que Deus me livrará dessa doença horrível, como livrará todas as pessoas acometidas por ela. Sorte para todos!

 
At 7:08 AM, Anonymous Anônimo said...

Olá,tive o diagnóstico de retocolite ulcerativa com 27 anos,crises fortíssimas, emagreci 10kg, só tive remissão da doença com tratamento clinico com Mesacol,corticóides e antidepressivo.Durante minha gravidez tbém não apresentei nenhum sintoma.Agora meu filho está com oito meses e voltei a ter crises e estou novamente em tratamento com Sulfassalazina,alimentação regrada, muita confiança, alegria de viver e fé em Deus.

 
At 11:52 PM, Anonymous Anônimo said...

Eu fiu diagnosticada portadora da retrocolite as uns 7 meses,no começo não tinha mtas dores mas agora esta cada vez pior,estou sangrado mto,e com mta dor abdominal,não sei como lidar com a situação,me sinto perdida.e não emagreci pelo contrario achei que engordei mto,não sei se e por causa do cotisona que estava tomando mas engordei,
creio mto em Deus e sei que ele esta com tds nos que sofremos com este terrivel problema.

 
At 1:57 PM, Anonymous Anônimo said...

Olá,adorei todo esse conteudo,pois sou portadota de Chron e também retocolite á tres anos

 
At 5:05 PM, Anonymous josé heriberto ferreira inacio said...

Eu,josé heriberto ferreira lnacio.sou portador de dença de crohn há 12anos. Ja passei por 17 cirurgias ,submentendo as 18.tomo o medicamento mesalazina 3 comprimidos de 8 em 8 horas. Não quero ser anônimo,quero que todos saibam dessa doença. Moro em teixeira de freitas (bahia).digo aqui onde moro +ou-10% das pessoas sabem dessa doença.

 
At 8:43 PM, Anonymous mara said...

Olá meu nome é Mara sou portadora de retocolite ulcerativa a primeira crise foi em 2002, usei mesacol supusitorio e passei 7 anos sem apresentar crises já em 2010 com estresse excessivo por causa do trabalho comecei ter leves crises, quando fui ao medico fiz colonoscopia e apresentou quandro leve de retocolite a medica me receitou azulfin 500mg e mesacol de 800mg, achei que não precisaria não tomei depois de 1 mês as crise pioraram estou tomando 4 comprimidos de azulfin por dia e 1 comprimido de mesacol supusitória para ver se melhoro estou assustada porque não quero tomar corticóides.

 
At 12:17 AM, Anonymous sonia said...

Oi sou portadora de retolotite e faz somente 10 dias que recebi o diagnostico do médico.No inicio tive crise de choro por não saber exatamente o que é tenho muitas duvida,estou com o medicamento mesacol tomo 3 comp. a cada 8 hora e um supositório de 400mg ao dia, então tudo parece tranquilo não sei exatamente o são as crises,pois sempre tive o intestino preso outros sintomas também não tive mas tenho medo do futuro. Estarei sempre em contato com este blog que ro saber lidar com isso direito portanto vou colaborar com meus relatos. Sonia - Pr

 
At 10:01 AM, Anonymous Anônimo said...

Olá tenho retocolite ulcerativa moderada, estou tamando mesalazina 400mg, 9 cápsulas/dia. Estou sangrando, não sinto dores abdominais, vou ao banheiro de 2 a 4 vezes dia. Estou preparando uma alimentação apropriada. Tmo chá de hortelâ pimenta com gengibre ajuda bastante nas crises.
Assina: joão-PI

 
At 10:03 AM, Anonymous Anônimo said...

Olá tenho retocolite ulcerativa moderada, estou tamando mesalazina 400mg, 9 cápsulas/dia. Estou sangrando, não sinto dores abdominais, vou ao banheiro de 2 a 4 vezes dia. Estou preparando uma alimentação apropriada. Tmo chá de hortelâ pimenta com gengibre ajuda bastante nas crises.
Assina: joão-PI

 
At 12:31 AM, Anonymous Carolina said...

Olá! Tenho 29 anos!Sofro de Retocolite Ulcerativa há 2 anos.Faço uso constante de Mesacol 800mg comprimido, supositório 500mg, Imuran ou Deflazacorte. Alguém tem informações, em relação ao custo desta medicação, pelo Governo? Não tenho mais como
mantê-la, e se parar de tomar, entro em crise.Alguma grávida com o problema? Ainda não sou mãe e temo em encontrar dificuldades.

 
At 8:15 PM, Anonymous Anônimo said...

Tomo 03 compr. de mesalazina 800mg e 02 compr. de meticorten 05mg (diariamente) porque sou acometido de retocolite ulcerativa. Minha dieta é isenta de gordura e pimenta. Não como nada cru nem fermentado. Não tomo refrigerante.Chocolate me faz um mal muito grande. Sigo sempre orientação do meu médico.O resultado dos meus exames tem sido ótimos. Sigo minha vida normalmente.

 
At 1:11 PM, Blogger gleicia leite said...

oi sou portadora da retocolite há 2 anos tomo medicacemto mezalazina de 800mg/é supositó de 400mg.NO começo foi muito orrivél eu fiqiue muito magra eu pesava 46 fiquei cmo 36 qiulo.Essa doença é muito chata.Muits coisa ñ posso comer.Muita pessoas fica dano rissada quando eu estou em crise porque eu ñ consigo mim controla. vou direto por o banheirro toda hora.

 
At 3:02 AM, Blogger S D 5 said...

ola meus queridos trazer boas novas.
Eu fui diagnosticado com crohn por médicos da minha cidade fui tratado com azulfin 4 por dia e corticoides por 1 ano e 6 meses sem nem um melhora segnificativa ,sofri por 1 ano e 6 meses perdi 15 kg muitas dores varias entradas na santa casa de cruzeiro vomitos perdi as contas mas sempre entregando todas as minhas dores a JESUS NA CRUZ essa prova que passei me fez ainda mais forte em DEUS quanto me aprofundei e descobri algo maravilhoso nem uma doença e dada a nos por DEUS são nossos pecados e tambem nosso mal cuidado com nosso corpo que faz as doenças aparecerem,DEUS me ouviu.
Fui internado no ultimo dia 9 desse mes,medicos falando em cirurgia fui parar em sp hospital do servidor publico pois era manha de domingo e aqui não tinha aparelho para fazer uma tomografia computadorizada mas graças a DEUS nao foi preciso e tudo isso serviu para que eu chegasse ao medico que esta me conduzindo a cura total graças a DEUS
Enfim DEUS me restarou atraves de um médico humano carinhoso deicado a toda novidade sobre doenças a seu dom dado por DEUS E MEDICO DE FÉ ,faz 11 dias que DEUS me levou a ele e como estou bem ,hoje faz 11 dias da primeira consulta retornei hoje,mas ja no 2 dia com o tratamento certo ja consegui almoçar bem coisa que não fazia a uns 11 meses,bom estou aqui pois quero que chegue a todos o bem que me foi feito por DEUS através deste médico de fé ja engordei 2 kg e 600 gr e estou cada dia melhor recomendo a todos doentes de crohn que estão a sofrer como eu sofri tudo pode mudar confie em DEUS pois medicina e remedios e dom de DEUS mas infelismente são poucos os médicos que fazem de seu dom um meio de servir a DEUS
E não tenho receio de dizer DEUS me cura através de um medico temente a DEUS e a quem quiser comprovar se estiver doente sem esperança vou deixar o endereço do médico
Dr.Luiz osmar luza de carvalho bruno.Crm 32 241 guaratingueta..
RUA Comendador Rodrigues alves apt.2 centro guaratingueta-sp;;TEL-12 3122- 35-75
O bom médico tem como seu maior obejtivo a cura de seu paciente e eu que fui doente hoje caminho para cura agradeço a DEUS pela vida do doutor LUIS...vou deixar meu imail-para quem queira tirar alguma duvida-fafasd5@hotmail.com
CONFIE EM DEUS ELE ESTA COM VC , e para ele nao a barreiras creia pois o poder e de DEUS para nos basta crer ,eclesistico 38,biblia sagrada
wagneriano
36 anos - cruzeiro

 
At 5:16 PM, Blogger Leandro Silva said...

TENHO RETOCOLITE E VOU APENAS 1 VEZ POR DIA AO BANHEIRO, COMO UMA PESSOA NORMAL, DURANTE TODO O ANO. NO COMEÇO DA DOENÇA MODERADA, EU IA DE 8 A 10 VEZES POR DIA AO BANHEIRO. O MÉDICO E OS MEDICAMENTOS AJUDARAM MUITO. ELE PEDIU PARA IR À NUTRICIONISTA. FUI EM DUAS. UMA NUTRICIONISTA RECOMENDOU AVEIA E LEITE DESNATADO, COISAS QUE ME FAZEM MUITO MAL. OUTRA RECOMENDOU UM CAFÉ DA MANHÃ COM PÃO, CAFÉ E SUCO. CAFÉ E SUCO NÃO COMBINAM. SE EU USASSE ESSA MISTURA TODOS OS DIAS, TERIA DIARRÉIA O ANO INTEIRO. UMA NUTRICIONISTA RECOMENDOU UMAS QUANTIDADES EXAGERADAS NO ALMOÇO E JANTAR. NÃO DEU CERTO. DIMINUI E FOI PERFEITO. PORTANTO, CERTAS COMBINAÇÕES SÃO PERIGOSAS. FUI TESTANDO E FAZENDO SÓ O QUE DAVA CERTO E ESTOU BEM AGORA. FIZ RETOSIGMODOSCOPIA E MEU MÉDICO DISSE QUE MEU INTESTINO NÃO TEM NENHUMA INFLAMAÇÃO SEQUER. DEVEMOS FAZER A DIETA DE ACORDO COM NOSSO INTESTINO E TROCAR O QUE NÃO DÁ CERTO.

 
At 12:58 PM, Anonymous Thaissa RJ said...

Oi sou Thaissa descubri a menos de um mês retocolite,as minhas piores crises são na madrugada e durante a manhã.Meu irmão também tem essa doença e meu primo esta com os meus sintomas.Amigos apesar dos medicos dizerem que isso não tem cura acreditem num Deus que e vivo apesar da sua religião ,pq ele cura e eu tenho fé que ele já nos curou.Jesus te ama!!

 
At 5:47 PM, Anonymous walter said...

curei-me de disenteria por ansiedade comendo biscoitão de POLVILHO walter

 
At 4:57 PM, Anonymous Anônimo said...

tenho 16 anos, e descobri que tenho Retocolite a umas 3 semanas, esta sendo bem dificil para mim, pois sou muito nova,nao tenho crises,vou ao banheiro no maximo 2 vezes por dia, e raramente sangra, tenho fé que tudo fique bem e que futuramente posso viver minha vida tranquila, que Deus abencoe todos nossos, beijos

 
At 3:39 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocolite á 16 anos faço tratamento á 4 ano ,ano retraçado fiquei gravida e a doença estaciono.Ainda tomo mesacol 3 vezes ao dia, mas estou muito bem. Graças a Deus

 
At 5:29 PM, Anonymous Anônimo said...

sou portadora de retocolite desde2008, onde tive minha primeira crise. No começo não levei o tratamento a sério, pois qdo a crise estacionou achei que estivesse curada. Depois comei cm crises leves de descontrole do esfinter, foi onde comecei a valorizar e aceitar minha doença. Então comecei a levar o tratamento a sério. Quando foi agora em Abril/2011 tive uma crise emocional muito séria e desencadiei a crise na doença. Resumindo: desde então já perdi 23kg, detesto me olhar no espelho e ver como estou feia, magra... Precisei de uma nutricionista para ajudar na alimentação, mas não aceito a dieta de (aveia, centeio, trigo, cevada. Amo comer pão francês, torradinhas e biscoitos nos intervalos das refeições. Essa dieta de lactose tbm me estressa, pq gosto de iogurte, quijos e não posso.Hoje tomo 800g 2X ao dia de mesalazina, 50g 2X ao dia de azitromisima, Ramicade a cada 2 meses, glutamina e lactobacilos, além do suplemento alimentar. Não tenho visto nenhum resultao nestes últimos 6 meses; continuo frequentando o banheiro constantemente (principalmente de noite e madrugada); não posso sair de casa, mas tenho fé que Deus está no controle de todas as coisas e na hora certa tudo ficará bem!

 
At 6:32 PM, Anonymous Anônimo said...

Pela minha experiência a escolha dos alimentos é parte fundamental do tratamento, tanto da Retocolite, como da Doença de Crohn. Portanto, Anônimo da postagem anterior, você deve sim, evitar os alimentos com GLÚTEN (trigo, aveia, cevada e centeio) e com LACTOSE, para ficar melhor. Evite também o AÇÚCAR. Podes acreditar, fazendo isso seus sintomas vão melhorar. Boa sorte!

 
At 6:22 PM, Anonymous damiana said...

olá meu nome é damiana sou portadora de retocolite há 4 anos, porém nao tenho diarréia,tenho prisao de ventre severa,quando me dá vontade de ir ao banheiro parece uma novela, a colica é ta grande que chego e vomitar e ter vertigem, os medicos acham estranho a prisao de ventre tom o sulfassalazina mas nao tá dand oresultado, gostaria de compartilhar informaçoes com portadores de rcui com pprisao de ventre meu e-mail é damyernesto@hotmail.com

 
At 10:47 PM, Anonymous Anônimo said...

disen que a doença de crow vem do ovo é verdade

 
At 8:39 AM, Anonymous Morador de Registro-sp said...

achava que era so comigo que vinha acntcndo ms tm gnt com sintomas piores q o meu.tnho retocolite dsde 2000 qndo foi diagnstcado, não dva muita atenção p o problema e só tomava sulfasalazina p conta propria qndo vinha a crise ms depois de minha ultima crise que se arrasta dsd o inicio do ano dscobri q o tratamento tm q sr continuo e que o medicamento indicado é mesalazina 800 mg 2 vz ao dia no meu caso p rsto da vida ou até se encontrar uma cura definitiva e que este medicamento de alto custo é fornecido pelo governo, basta o medico do suds solicitar.

 
At 4:23 PM, Anonymous Sandra said...

Oi, meu nome é Sandra, tenho 31 anos, fui diagnosticada com colite a 20 dias, fiquei internada por 4 dias por causa de uma crise muito forte, emagreci 5 quilos, estou fazendo uma dieta super restrita desde que saí do hospital, tomo mesacol de 800mg 3 vezes por dia,e agora uma nutricionista vai cuidar da minha alimentação. Espero melhorar logo, pois vou ao banheiro umas 6 vezes por dia,inclusive a noite e de madrugada.

 
At 5:41 PM, Anonymous Anônimo said...

Sandra, experimente retirar de sua alimentação o leite e derivados, o açúcar, o glúten (trigo,centeio,aveia e cevada) e os farináceos (arroz, batata e massas). Essa é a base da dieta de Elaine Gottschall. Com essa dieta ela "curou a Retocolite ulcerativa de sua filha. Veja mais informações em http://www.breakingtheviciouscycle.info/ Boa leitura. Eu faço essa dieta e está dando certo.

 
At 11:32 PM, Blogger Leo Silva said...

Eu não entendo a dieta sem carboidratos mencionada acima. Eu tenho retocolite e uso macarrão ou batata e pão todos os dias e não tenho nenhuma diarréia sequer há mais de 1 ano. Vou só 1 vez por dia ao banheiro também. O que me faz mal é o excesso de açúcar branco. Carboidratos não me fazem mal nenhum. O arroz não é bom para minha retocolite porque é meio duro e pesado, tanto que se gasta muita água e tempo para cozinhar. Arroz não é uma coisa leve para mim. O melhor é usar macarrão ou batata que são mais suaves. As nutricionistas adoram o arroz e vários lanches ao longo do dia, mas isso é que faz mal para minha retocolite. Tentei fazer 5 refeições sólidas e não desinflamou nada. Aí, eu tentei fazer 4 refeições sólidas e 1 refeição líquida, sendo esta um lanche líquido de 1 copo só de suco, e meu intestino desinflamou totalmente. As feridas e o sangue desapareceram há mais de 1 ano. A diferença foi enorme, impressionante. Quem aí estiver com inflamação no momento, tente fazer o mesmo. Inflamação não serve para nada. E boa sorte para todos nas doenças!

 
At 12:36 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 12:36 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 12:37 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 12:38 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 12:38 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 12:39 AM, Anonymous Anônimo said...

Descobri que estava com Retocolite ulcerativa há mais ou menos 1 mês, estou tomando mezacol 800 e meticorten 2 X ao dia de cada um deles. Evitando frituras, carne vermelha, bebida alcóolica , refrigerantes, doces e besteiras que se come, e me sinto muito bem, vejo as melhoras e estou me alimentando de peixes e frangos, arroz, legumes crus e cozidos, frutas e muita água. Não se desesperem façam tudo corretamente que terão melhoras , boa sorte e fé em Deus...Ele ta com a gente.

 
At 2:07 AM, Anonymous Anônimo said...

Olá, gostei muito do artigo. Tenho 25 anos e fui diagnosticada com Retocolite Ulcerativa aos 21 anos. Antes disso sentia diarréias com frequência e imaginava que seria intolerância a lactose. Fiz a colonoscopia e foi comprovado que era RCUI. Sofri bastante, ia mais de 10 vezes ao banheiro, sentia muito enjoo e quase sempre não queria sair de casa, pois me sentia muito indisposta. Com este problema me tornei mais anciosa e quando sinto qualquer desconforto no ventre as dores de barriga parecem que aumentam. Já cheguei a tomar a dose máxima de mesalazina, enemas, supositórios, corticóides, mesacol MMX, mentaliv, Silif e nada adiantou. Então, no começo deste ano a minha proctologista me encaminhou para uma gastro amiga dela. Ela me passou primeiro corticóide 40mg em um mês, 30mg (uma semana), 20mg (uma semana), 15mg(uma semana), 10mg(uma semana), e 5mg (uma semana). Atualmente estou com 15 mg e já estou sentindo melhoras, a 15 dias que não tenho sangramentos e vou ao banheiro normalmente 1 a 2 vezes ao dia. Quando voltar a consulta a médica irá me receitar a azatiprina para me manter no período de remissão. Nunca me senti tão bem desde que descobri a doença e eespero que continue assim durante um bom tempo.

 
At 12:59 PM, Blogger aline said...

Sr. Jose Heriberto Ferreira Inacio,meu nome é Fernanda tbm sou de Teixeira de Freitas (bahia),minha mãe foi diagnostica com colite ulcerada ms ainda não está tomando o medicamento correto. Qual o seu médico? Onde comprar a mesalazina? Por favor entre em contato comigo, preciso de ajuda.Meu e-mail é nandamello22k@hotmail.com.

 
At 10:11 PM, Anonymous Cíntia said...

Dr Por favor me responda: Meu Pai está com uma das complicações de retocolite, além dessa doença ele apresenta outras como problemas cardiacos, hipotiroidismo e hipertensão, ele nesse momento está internado e os medicos ainda não conseguiram ao certo descobrir o que está acontecendo, qual pode ser a complicação da retocolite que pode levar a cirurgia? Os médicos estão desconfiados que ele está apresentando abcessos, e estou muito aflita e preocupada com o quadro dele, as vezes não apresentam cheiro e nem sangue, mas apresenta coloração verde, ele também está com uma cólica tremenda no pé da barriga e está vomitando uma espuma branca, como se fosse uma espuma de sabão, mas somente isso, pois, não vomita o alimento que ele ingere, o que o senhor acha que pode esta acontecendo?

Agradeço a atenção!

 
At 8:03 PM, Anonymous sibele said...

Oi sou Sibele, descobri agora este ano 2012, faz nem um mês que tenho Retocolite.Isso mecheu muito comigo, to tomando Mesacol MMX 1220mg 1 por dia e Prednisona 20mg 4 por dia.To melhor,só que ainda tenho muitos gases e sinto vontade de evacuar varias vezes, mas as feses saem poucas e sólidas e com um muco alarenjado ainda, to no inicio do tratamento e com muitas duvidas, sobre o que comer, beber o que fazer. Parece que a minha vida parou, to tentando retomar a rotina, não pensar só nisso, mas por enquando ta dificil, acho que é cedo ainda para dar uma que guerreira e dizer que aceito, mas sempre penso... Descobri ela em uma mega crise, sofri horrores, mas é retocolite poderia ser coisa BEM pior. Tenho fé em Desu que vou melhorar cada dia mais e que vou dia-a-dia vencer essa doença. E to na espera por todos que achem a cura para isso e que possamos ter vida normal d everdade novamente. Até lá vamos ter Fé!!!

 
At 12:23 PM, Anonymous angel said...

DESCOBRI A RETOCOLITE A MENOS DE UMA SEMANA,MAS OBSERVAVA SANGRAMENTO NAS FEZES A UNS 4 MESES,FIZ UMA COLONO E RECEBI O RESULTADO,MAS NÃO SINTO DOR NENHUMA,NEM VOU AO BANHEIRO TANTAS VEZES ASSIM COMO VI NOS COMENTÁRIOS ANTERIORES,NO MÁXIMO 2 VEZES AO DIA E COM FEZES NORMAL,ESTOU TOMANDO MEZACOL 1200 MG,2 AO DIA,E SUPOSITÓRIO DE MEZACOL 500 MG 2X AO DIA,NUNCA SENTI DOR SOMENTE MUITOS GAZES,SERÁ QUE VOU PIORAR?

 
At 11:03 AM, Anonymous Anônimo said...

Meu nome é Cristina e estou passando pelo mesmo problema de RCUI desde o ano de 2006. Tentei fazer tratamento mas tive reações e decidi não tomar nenhum medicamento.
Mudei minha alimentação para alimentação ôrganica sem agrotóxico. Descobri o óleo de côco que pára o sangramento, não como carne vermelha, só peixe e frango da Korin ou caipira (carne sem vacinas e antibióticos). Para tratar o meu corpo espiritual recebo Johrei e bebo bastante água. Levo uma vida normal, claro que de vez em quando como o que não devo e vou umas 10 vezes ou mais ao banheiro. Mas vou agradecendo, graças a Deus. Li recentemente sobre o óleo de Girasol vou experimentar fazer o bochecho, depois procurem sobre esse assunto.Em 2008 em plena crise viajei para o Japão, conheci todos os banheiros por onde passei, e adorei o Totó (vaso sanitário japones é lindo). Procuro viver as coisas boas e penso todos os dias que uma hora meu organismo vai se recuperar. Boa sorte a todos e o melhor remédio é sorrir de você mesmo!

 
At 10:02 PM, Anonymous Anônimo said...

Oi! sou a Nicolle e descobri que tenho retocolite no final do ano de 2011, até agora não entendi direito o que tenho que fazer para ter uma vida normal. Tomo 5 compr. de 500mg Pentasa por dia. Sofri bastante quando descobri que tinha retocolite, muitas dores, perda de peso, dor abdominais e ir várias vezes ao banheiro hoje estou bem melhor e levo uma vida normal, mas confesso que estou assustada com tantas informações e possíveis complicações.
Na minha família não á nenhum caso além do meu, pelo menos até agora.
Gostaria de fazer um apelo a medicina para descobrirem logo uma cura para está doença pois ela maltrata demais as pessoas e o sofrimento é muito grande.

Obrigada!

 
At 11:33 AM, Anonymous Anônimo said...

Me chamo monica e tenho 23 anos,descobri em janeiro de 2012 que sou portadora da colite ulcerativa. No inicio foi complicado demais eu ia mais de 10 vezes ao banheiro,emagreci 11k quase entrei em depressao quando me olhava no espelho chorava muito,me senti horrivel muito magra,cheguei a desejar varias vezes a morte. Ate que comecei o tratamento tomo 8cmp de mesalazina 500 mg 4x ao dia e dois comprimidos de prednisona pela manha,demorou um pouco pra que o medicamento fizesse efeito, mais quando fez foi realmente animador passei a ir ao banheiro 3 x por dia no maximo,recuperei 7k,e ja posso dizer que a minha vida esta voltando a ser como antes. Deus me deu forcas para lutar e nao desistir de viver,e sei que ele continua me dando forcas para continuar na batalha contra essa doenca.sigam rigorosamente o tratamento e tenham fe em deus que tudo vai dar certo!

 
At 9:19 AM, Anonymous Anônimo said...

Sou o Pedro Flores, e sou português, tenho RCU a cerca de um ano, neste momento estou a passar por uma crise, preciso muito de apoio emocional :(

 
At 6:36 PM, Anonymous Anônimo said...

Gente nao da pra se estressar! Tenho retocolite fazem 2 anos e uso supositorio mesacol ... ja percebi que o emocional é a chave para desencadear as crises.. é dificil mas temos que ser egoístas pois qualquer sofrimento psicológico ou preocupação fazem muito mau, por isto tratem de ser felizes e nao deixem nada nem ninguem pertubarem seu psicológico!!

 
At 7:39 PM, Blogger Miguel said...

gostaria de trocar o e mail com alguem e partilhar a minha experiencia :(

 
At 12:44 AM, Blogger ALISON said...

tenho retocolite ha muito tempo,sinto muitas colicas e dores.as vezes tenho vontade de sumir so que a doença vai junto.tomo remedio direto gasto um dinheirao so com remedio.eu as vezs digo por em mim esta doenç mas vejo que tem varias pessoas com a mesma doença ,e q doença nao pode comer nada eu q adoro salada,eu adoro berinjela nao pde tambem,tomo e como tudo de soja e otimo ate chocolate de soja,isso ajuda muito para doença nao piorar.peixe e otimo tb frango tb e otimo,tive crises de ficar mais de 15 dias sem trabalhar,nao podia sair colicas direto, diarreia e muitas mais.todo ano tem q fazer colonoscopia.tive varias crises nem tenho conta e tantas .no final do ano nao comi nada somente arroz e frango e mesmo assim indo direto ao banheiro.deste 2011 ate 2012, fiquei direto indo ao banheiro.em abril deu uma melhora em maio ja esta querendo voltar
dizem q esta doença nao tem cura,ainda pois acredito q um dia nossos cientistas vao achar a cura.
qdo passei no hospital das clinca a medica disse e esta doença vem devido emocional.bom pessoal vao pedir p nosso pai nos ajudar cada dia de nossas vidas.espero a melhora p todos vcs.
pessoal nos temos esta doença mas tem doenças bem pior do q a nosssa.

 
At 9:11 PM, Anonymous Anônimo said...

Fui diagnosticada com retocolite ulcerativa em dezembro de 2011. E vou falar prá vcs meus amigos(as) e companheiros(as) de infortúnios.
Não é fácil não, eu cheguei a ir ao banheiro em um só dia 42 vezes, pensei que fosse morrer. Passei 3 dias largada como um traste na cama.
Tbm ñ fui ao médico, já estava em uso de medicação,tenho problema de alergia medicamentosa serio, quando chego nos hospitais,sempre é a mesma história...vc tem alergia a quase tudo, como eu posso te medicar?
Aí eu volto no mesmo estado.
Portanto eu fico logo em casa.
Nesse momenmto estou sendo acompanhada por uma médica PHD em gastroenterologia, junto com uma equipe multidicisplinar, em uso de Mesacol MMX 1200mg + supositório estou graças a Deus me sentindo melhor, até os efeitos colaterais que foram terríveis diminuiram consideralvelmente, e muita Fé no Criador. Pois humanamente falando dizem que ñ temos cura, mas creiam que seremos curados pelas Mãos Chagadas e Ensanguentadas de Jesus.
Se vcs creem digam AMÉM!!!!

 
At 10:16 PM, Anonymous PAMELA said...

Olá sou PAMELA TENHO 27 ANOS E TENHO RETOCOLITE HÁ 6 ANOS, ELA APARECEU DURANTE MINHA TERCEIRA GESTAÇÃO, COM APENAS UM POUCO DE MUCO E SANGUE, LOGO DEPOIS DO NASCIMENTO DE MEUS FILHO ELA VOLTOU BEM MAIS FORTE COM MAIS SANGUE, E AI DEI INÍCIO AO TRATAMENTO, COM AZULFIN MAS SE NADA DE MUDANÇA FUI TROCAR DE MÉDICO POIS COM AQUELE NÃO TINHA MELHORAS, LOGO QUANDO FIZ A TROCA DE MÉDICO TIVE UMA BAITA MUDANÇA LOGO FU INTERNADA PARA UM MELHOR TRATAMENTO POIS AS MEDICAÇOES NÃO FAZIAM EFEITO(MESACOL 800MG ERAM 6 POR DIS, IMURAN 150MG DIS E METICORTEN 80MG DIA) JÁ NÃO PODIA MAIS COM AQUELES REMÉDIOS ENTÃO FOI MELHOR A INTERNAÇÃO...COM AS MEDICAÇOES NA VEIA FOI MAIS RAPIDO SAIR DA CRISE...CLARO QUE FOI DESCONFORTÁVEL FICAR NO HOSPITAL COM TODOS AQUELES ENEMAS RATAISE MEDICAÇOES MAS FOI O JEITO DE SAIR DA CRISE... MAIS ALGUNS ANOS DE TRATAMENTO E MAIS UMA BAITA CRISE E MAIS UM INTERNAÇÃO, MAS REMÉDIOS E MAIS UMA VEZ FIQUEI BEM. HOJE ESTOU EM CRISE NOVAMENTE UMA BAITA CRISE DE MUITAS CÓLICAS E MAIS CÓLICAS QUE POR SINAL NÃO TINHA ANTES EM NEHUMA DAS MINHAS CRISES TIVE TANTAS CÓLICAS... E OLHA QUE FAZIA UM ANO QUE ESTAVA EM REMISSÃO SEM NADA DE MEDICAÇÃO, ACHO QUE O ESTRESSE INFLUENCIA MUITO ...TAMBÉM A ALIMENTAÇÃO CONTA MUITO QUERO AGORA FAZER UM BOM ACOMPANHAMENTO COM NUTRICIONISTA.MÁS FALO UMA COISA PARA VCS ...DEUS ME FORTALECE A CADA DIA DE DOR SEM ELE EU NADA SERIA SEM ELE EU NÃO ESTARIA AQUI HJ FALANDO COM VCS TER FÉ É "O MAIS IMPORTANTE DE TUDO "NO TRATAMENTO POIS COM DEUS TUDO PODEMOS, ELE PODE SIM NOS "CURAR "DESTA DOENÇA QUE PARA O MUNDO NÃO TEM CURA... FÉ EM DEUS E RESTO ...SEM DEUS A MINHA DOR SERIA INSUPORTÁVEL. OBRIGADA POR LEREM MINHA HISTÓRIA. contato para trocar emails. pamela.telesca@hotmail.com

 
At 7:52 PM, Blogger Mariana said...

Para ser bem diagnosticado, um tem que ir ao bom hospital ou clinica, e fazer distintos exames físicos, como radiologia no rio de janeiro. Uma vez que o problema está resolvido, tem que tomar a medicação correspondente.

 
At 12:25 AM, Anonymous Anônimo said...

Doutor não sei se o senhor lê todos os comentários mas de qualquer forma pesso ajuda.
sou de São paulo, onde poderia achar em meu estado alguém que me ajude no meu diagnostico, pois sofro com diarreias cronicas a mais de 6 anos.

A 2 anos atras fui internada com suspeita de um tumor carcinoide, pois perdi 8 kilos em uma semana, tenho dores abdominais fortes que me impossibilitam de ter uma vida normal, nào posso ficar várias horas sem comer que assim que me alimento tenho diarreia, com fortes dores.

já tinha sido internada com calculos renais, nào tenho mas vesicula e mesmo assim continuo tendo dores do lado direito da barriga proximo ao apendice, e em volta do umbigo.

estou desesperada pois estou na fila de espera da Santa Casa de São Paulo para realizar exames a 2 anos, todos para descartar doenças, como por exemplo alergia a lactose, a glutem, parasitoses, hiv entre outros.

desta forma minha vida está horrivel, pois vivo com dor, e agora também estou com problemas no estomago.

por gentileza se tiver um lugar para me orientar a procurar tratamento no meu estado, favor colocar em seus comentarios.

Que Deus o abençoe, agradeço desde já.

Anonima Sp 38 anos

 
At 7:40 AM, Anonymous Anônimo said...

Minha mãe descobriu a doença a pouco tempo e esta a procura de bons médicos em SP, caso alguém conheça. O mas estranho é que ela sempre teve intestino preso e não diarreia, está a mais de uma semana sem conseguir ir ao banheiro, sente cólicas sempre.
meu contato é anacabalo@uol.com.br

 
At 8:25 PM, Anonymous Anônimo said...

Oi sou taisi descobri que estou com a retocolite moderada faz 3 dias que descobri, ainda nn começei o tratamento o médico disse que vo toma os remédios a 5 anos mais li que nn tem cura então fiquei sem itender estou morrendo de medo ja tenho depressão depois que descobri isso n durmo e nem como direito to apavorada !! Só Deus pra mme confortar tenho 20 anos de idade quando to mais calma vo 1 vez ao banheiro no dia quando to nervosa vou 3 á 4 nn é tão forte as crises mais as colicas é ! pessoal estou com muito medo que bom que achei vs aqui ... To confiante pra começar o tratamento .. mais por esperar é quarta ja até la vai me da um treco ;s boa sorte ae pessoal estamos juntos fiquem com DEUS !

 
At 3:06 PM, Blogger DanielDeniz said...

Ola´Meu nome é Israelicinda eu tive a doença estou bem melhor agora quando eu tomava os comprimidos mesalazina eles não se dissolviam -se então a médica recomendou que eu amassassem os comprimidos para que eles se dissolvem-se melhor desejo melhora para todos e muita fé em Deus meu email adnic22@hotmail.com

 
At 7:05 AM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocolite e fiz um comentário com nome acima. Tenho muita fé em Deus. Ele vê tudo e sabe porque permite algo para cada pessoa. Doença, cada um tem a sua. Uns tem umas doenças, outros têm outras. Uns adoecem agora, outros depois. Faz parte da vida neste mundo. O maior sofrimento não é o físico. É o desespero, a tristeza e a não-conformidade. Deus é Pai e dá força para todos os filhos que lhe pedem. E pior do que ter uma doença, é ser mau com os outros. A maldade é a pior doença, é a pior coisa que alguém pode ter e fazer. Sejamos bons.

 
At 11:12 AM, Anonymous Anônimo said...

Oi. Meu nome é Claudio. E espero que essa minha msg possa ajudar alguns de verdade.

Tenho RCUI diagnosticada há 6 anos. Como todos, o inicio foi um terror (e as vezes ainda é.) . A demora no diagnostico me fez sofrer mais e piorou muito a crise que eu estava na época. Foi tratado com pentada, meticortem, etc.... Melhorei, depois passei por stress e piorei.

Hoje, posso dizer a todos. O Stress piora muito nossas crises. ACREDITEM NISSO. Eu demorei para acreditar e enxergar esta verdade. Mas é um fato. Combatam o stress como o maior inimigo. Faça, claro, o tratamente com medicamentos, controlem a dieta, mas acima de tudo, lutem contra o stress. Sei que durante as crises é difícil. Mas nos primeiros sinais de remissão, procurem terapeutas, fujam de atividades e até trabalhos ou pessoas stressantes. Não se estressem no transito, na familia, no trabalho.... Procurem ajuda para aprender a refrear o stress. As vezes nos sentimos calmos, mas o intestino sofre grande impacto das nossas emoções reprimidas. Tragam essas repressões a consciencia e tentem assimilalas.

Não estou dizendo que a doença é culpa do stress, longe disso. Não tenho duvidas que essa doença é causada por alguma bacteria desconhecida. Hora dessas os cientistas descobrem qual é. Mas o stress abre as portas da imunidades para que esta bacteria ataque, ou perca a harmonia com nosso corpo.

Estou, desde que descobri essa doença estudando meu corpo, me observando, notando asioras e melhoras... Minha conclusão pessoas. Essa doença é produzida por bactérias, o stress alavanca o ataque das ditas cuja.

Quanto a medicação. Cidado com medicos que receitam corticoide de cara. fujam do corticoide. A lorna prazo ele se torna ineficiente e leva a piora das crises. Corticoide só em caso de crises fortes.

Desejo a todos luz, paz e força.... Lembrem-se. As vezes uma doença pode ser uma oportunidade de nos avaliarmos como seres humanos e nosso meio. as DII se bem tratadas não matam.

Percam o medo, combatam o stress e lutem pela qualidade de vida. Um abraço.

 
At 11:32 PM, Anonymous wagneriano said...

ola meus queridos trago boas novas.
Eu fui diagnosticado com crohn por médicos da minha cidade fui tratado com azulfin 4 por dia e corticoides por 1 ano e 6 meses sem nem um melhora segnificativa ,sofri por 1 ano e 6 meses perdi 15 kg muitas dores varias entradas na santa casa de cruzeiro vomitos perdi as contas mas sempre entregando todas as minhas dores a JESUS NA CRUZ essa prova que passei me fez ainda mais forte em DEUS quanto me aprofundei e descobri algo maravilhoso nem uma doença e dada a nos por DEUS são nossos pecados e tambem nosso mal cuidado com nosso corpo que faz as doenças aparecerem,DEUS me ouviu.
Fui internado no ultimo dia 9 desse mes,medicos falando em cirurgia fui parar em sp hospital do servidor publico pois era manha de domingo e aqui não tinha aparelho para fazer uma tomografia computadorizada mas graças a DEUS nao foi preciso e tudo isso serviu para que eu chegasse ao medico que esta me conduzindo a cura total graças a DEUS
Enfim DEUS me restarou atraves de um médico humano carinhoso deicado a toda novidade sobre doenças a seu dom dado por DEUS E MEDICO DE FÉ ,faz 11 dias que DEUS me levou a ele e como estou bem ,hoje faz 11 dias da primeira consulta retornei hoje,mas ja no 2 dia com o tratamento certo ja consegui almoçar bem coisa que não fazia a uns 11 meses,bom estou aqui pois quero que chegue a todos o bem que me foi feito por DEUS através deste médico de fé ja engordei 2 kg e 600 gr e estou cada dia melhor recomendo a todos doentes de crohn que estão a sofrer como eu sofri tudo pode mudar confie em DEUS pois medicina e remedios e dom de DEUS mas infelismente são poucos os médicos que fazem de seu dom um meio de servir a DEUS
E não tenho receio de dizer DEUS me cura através de um medico temente a DEUS e a quem quiser comprovar se estiver doente sem esperança vou deixar o endereço do médico
Dr.Luiz osmar luza de carvalho bruno.Crm 32 241 guaratingueta..
RUA Comendador Rodrigues alves apt.2 centro guaratingueta-sp;;TEL-12 3122- 35-75
O bom médico tem como seu maior obejtivo a cura de seu paciente e eu que fui doente hoje caminho para cura agradeço a DEUS pela vida do doutor LUIS...vou deixar meu imail-para quem queira tirar alguma duvida-fafasd5@hotmail.com
CONFIE EM DEUS ELE ESTA COM VC , e para ele nao a barreiras creia pois o poder e de DEUS para nos basta crer biblia sagrada ecesistico 38 leia
wagneriano
36 anos - cruzeiro

 
At 8:58 AM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocolite também. Uma época, comecei a usar muito açúcar várias vezes ao dia. Ele não fez mal imediatamente. Foi aos poucos, inflamando o intestino cada vez mais. Foi só diminuir e a inflamação foi embora. Outra época, aconteceu o mesmo com alimentos gordurosos e outra com os temperos. Eles são traiçoeiros e enganam. Parecem que não fazem mal no inicio e se pode abusar. Mas não pode. Até hoje, nada emocional me afetou. Espero ainda para ver se afetará como muitos dizem. Quando temos sintomas, pensamos: “Deve ser algum alimento. Vou esperar alguns dias e deve passar. Não precisarei consultar.” Todos esperam uns dias com forte pensamento positivo de que os sintomas passarão. Esse pensamento é muito mais forte do que um stress, pois ninguém deseja ter crises. E esse pensamento não é capaz de impedir as crises de virem. Portanto, acredito mais que sejam os alimentos perigosos em excesso.

 
At 9:23 AM, Anonymous Anônimo said...

As pessoas falam muito de adoecer com o stress. Mas acho que pior do que o stress são os maus sentimentos de ódio, orgulho, frieza, desprezo, egoísmo, rancor, etc. Acho que esses sentimentos é que causam as doenças. Nossas maldades causam dores imensas nos outros, dores maiores do que físicas. Grande é o pecado e a maldade. Eu rezo: “Meu Deus, se sofro é porque fiz alguém sofrer. Essa doença é o preço do sofrimento que causei em alguém. Tenha piedade de mim.” Ao me arrepender e pedir perdão, tenho encontrado grande alívio nos sintomas. Passo mais de 1 ano sem nenhuma diarréia sequer, apesar de ter retocolite grave.

 
At 9:24 AM, Anonymous Anônimo said...

Caros companheiros, sou portador da retocolite ulcerativa há 3 anos. Acho que o melhor é não se importar tanto por ter uma doença, pois todos adoecem neste mundo, todos. Quando ligamos muito para o sofrimento, ele nos faz sofrer mais. Tantas pessoas têm uma velhice terrível, outros têm cânceres terríveis. Todos podem sofrer muito um dia, hoje ou depois. Não podemos espantar nem entristecer com o que é deste mundo. Faz parte. Esse mundo não é mil maravilhas.

 
At 5:01 AM, Anonymous Anônimo said...

Pessoal, vejam a minha situação bizarra. Tenho retocolite. Pareço tímido e simples, da roça. Quando a doença começou cheia de sangramentos, fui a um proctologista e ele ficou só receitando antibióticos que não ajudam esta doença. Fui a outro e eu disse que queria fazer o tratamento em seu consultório como outros pacientes. Ele me convidou a ir no sistema público. Eu disse que não queria, mas ele não me convidou, apesar de ter muitos pacientes convidados fazendo tratamento no consultório dele. Ele me achou um idiota. Vejam como me sinto um lixo! Numa doença dessas, os que mais podem ajudar nós pacientes, me rejeitaram. Quem aí topou com médicos acolhedores, agradeça. Não foi o meu caso. Tô indo para o último proctologista que resta em minha cidade.

 
At 11:01 AM, Anonymous Anônimo said...

Também tenho RCU. Meu intestino se irrita com tudo, muito açúcar, gordura, alimentos muito duros, leite, temperos, café, refrigerantes. Só dou mordidinhas nessas coisas e estou há 2 anos sem nenhuma diarréia sequer. Como não bebo mais café, quase morro de sono e desânimo todas as manhãs. Sou magro e feio, mas com a doença, fiquei horrível. Acho que nunca ficarei como antes. Que Deus abençoe e alivie a todos.

 
At 5:22 PM, Anonymous orlando said...

meu nome é Orlando, sou portador de retocolite e fui diagnosticado em abril de 2012, fiquei internado 22 dias e após tomar a 3ª dose de remicade, tive um choque anafilático e não pude tomar mais, estou atualmente tomando pantoprazol 40mg 12/12hs, mesacol mmx 1200mg 12/12hs, e um antiespasmódico chamado lonium tbm de 12/12hs, e indo a uma nutricionista, ela me tirou produtos com lactose e gluten, me sinto muito cansaço e tenho ido ao banheiro 5x/dia, estou me tratando com uma psicóloga, pois nem tinha vontade de sair de casa, porem tenho certeza que Deus tem seus propósitos em tudo e agora está me ensinando neste novo processo que é depender dele, muita fé pra todos e esperança que Jesus pode todas as coisas!!! para todos que precisarem ou queiram trocar idéias, porque saber que existem outras pessoas passando pelo mesmo problema, nos ajuda muito, pois vemos as pessoas ao nosso redor podendo fazer de tudo e a gente com muitas restrições, as vezes nos deixa pra baixo!!! e-mail contato: orlandode.souza@yahoo.com.br

 
At 12:13 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:14 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:15 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:16 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:16 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:17 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:18 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:19 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:19 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 12:20 AM, Blogger cris said...

Olá, acabei de perder meu irmão de 35 anos pra essa tla doença de Chron, ele não teve a sorte de encontar um médico competente qu fosse capaz de identificar a doença a tempo de ser tratada. Diagnosticou tarde e ainda o operou sabendo que ele estav ainda com tuberculose e fraco demais, já que tinha emagrecido 25 kg. E ainda o receitou depois da cirurgia um remédio que abaixava demais a imunidade dele ( Meticorten) um erro grave pois com a imunidade baixa a tuberculose foi tomando conta dos orgãos dele. Ele resistiu apenas 9 dias após a cirurgia, veio a felecer por incopetência desse Médico que ele teve a infelicidade de conhecer, pois é inaceitável um médico operar uma pessoa com tuberculose, fraco, 25 kg mais magro e ainda receitar um remédio que abaixa a imunidade de um paciente já muito fraco e com tuberculose. Estamos revoltados, pois meu irmão era muito novo, um atleta, que corria, nadava, era ciclista, forte e morrer dessa forma. Que vcs que tem essa doença achem um profissional competente e sejam felizes, pois meu irmão infelizmente não teve essa sorte.

 
At 8:13 AM, Anonymous Anônimo said...

Cris, sinto por você e seus familiares. Que Deus lhes dê forças.

 
At 8:41 AM, Anonymous Anônimo said...

Participe do grupo de pacientes de Retocolite e Crohn no Facebook. Entre e clique em “Participar do Grupo.” Em alguns dias, eles te adicionarão. Os pacientes conversam, descontraem, desabafam, trocam experiências, incentivam e se informam. É o grupo da Associação Mineira de Doenças Inflamatórias:
https://www.facebook.com/groups/dii.br

 
At 9:57 AM, Anonymous Anônimo said...

MEUS EXAMES TBÉM ACUSARAM QUE ESTOU COM RCUI, ISTO A TRES MESES, MAS JÁ ESTAVA SOFRENDO A BASTANTE TEMPO. ACHO QUE MEU CASO É COMPLICADO, POIS FOI DEPOIS DA REDUÇÃO DE ESTOMAGO, MEU MÉDICO ME DISSE QUE NÃO TEM NADA HAVER COM A CIRURGIA. MAS TENHO DÚVIDAS. GOSTARIA DE CONVERSAR , DESABAFAR, SABER SE AS DORES E CÓLICAS SÃO AS MESMAS QUE OUTROS PACIENTES...AGORA DESCOBRI O LEITE DE BAIXA LACTOSE, NINHO DA NESTLE...ESTOU TOMANDO, SERÁ QUE ESTOU CERRTA?

 
At 1:39 PM, Anonymous Anônimo said...

Boa tarde Pessoal,

O depoimento do JOSE H. F.INACIO me deixou muito tocado, pois ele realizou 18 cirurgias! e mesmo assim não desistiu nem tampouco está abalado.
Quero dizer a vocês que a cura se inicia no psicológico, antes - de preoucurar qualquer médico, dieta, terapia o que for - é necessário mudar o pensamento negativo, ex: isso não é pra mim, porque aconteceu comigo, a vida acabou..
Jesus disse: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve."
A época de caos que estamos vivendo como câncer, diabetes, DII, etc..Sobrecarrego de bagagens ( carma ) - convido a todos, independente da religão ou crença, a visitarem está página http://www.grandefraternidadebranca.com.br/violet_page.htm a qual explica sobre a chama violeta que concerteza mudaram suas vidas, assim como mudou a minha!
A paz de Deus esteja com todos.

 
At 1:40 PM, Anonymous Anônimo said...

Boa tarde Pessoal,

O depoimento do JOSE H. F.INACIO me deixou muito tocado, pois ele realizou 18 cirurgias! e mesmo assim não desistiu nem tampouco está abalado.
Quero dizer a vocês que a cura se inicia no psicológico, antes - de preoucurar qualquer médico, dieta, terapia o que for - é necessário mudar o pensamento negativo, ex: isso não é pra mim, porque aconteceu comigo, a vida acabou..
Jesus disse: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve."
A época de caos que estamos vivendo como câncer, diabetes, DII, etc..Sobrecarrego de bagagens ( carma ) - convido a todos, independente da religão ou crença, a visitarem está página http://www.grandefraternidadebranca.com.br/violet_page.htm a qual explica sobre a chama violeta que concerteza mudaram suas vidas, assim como mudou a minha!
A paz de Deus esteja com todos.

 
At 11:10 AM, Anonymous Anônimo said...

Comentário interessante: “OS ALIMENTOS CONTENDO TRIGO PARECEM SER PERIGOSOS SE NÃO FOREM MASTIGADOS DIREITO, POIS O ESTÔMAGO PRECISA DE MUITA SALIVA PARA DIGERÍ-LOS. TEMOS O HÁBITO DE SEMPRE MASTIGÁ-LOS COM ALGUM LIQUIDO E ISSO FAZ ENGOLI-LOS SEM ENSALIVAR. FAÇA UM TESTE: DÊ UMA MORDIDA NO PÃO SEM NENHUM LIQUIDO E VEJA QUE PRECISARÁ MASTIGAR UMAS 40 VEZES. MASTIGUE COM LIQUIDO E VEJA QUE PRECISARÁ MASTIGAR APENAS UMAS 15 VEZES. QUANTO MAIS ENSALIVAÇÃO, MENOS O ALIMENTO IRRITA O ESTÔMAGO E INTESTINO. O MELHOR É MASTIGAR TRIGO E GLUTEN SEM LIQUIDOS.”

 
At 2:21 PM, Anonymous Rose lima said...

Descobri em 2009 que meu filho e portador da doença de crohn...antes de chegar ha um diaginostico,os medicos operarao ele 2 vezes,nao sei se foi por causa disso,piorou muito,,hoje ele esta magro,com medo de voltar ao medico,e eles dizer ke vai operar di novo....estou numa situaçao critica,ele toma MESALAZINA 800,acho ke e forte demais....Amedica dele disse ke nao pode parar de tomar...nao sei o faço...estou entrando em desespero..me ajude.....

 
At 2:15 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocloite há um ano, mas só descobri que era essa a doença que eu tinha a 02 meses, estou tomando prelone 20 mg (corticóide) 2x por dia, e posso dizer que melhorei 90%, quase não vou mais ao banheiro, tive fases que ia mais de 20 vezes ao banheiro por dia, emagreci 15 kg, perdi muuuito cabelo, tive e estou tendo que ser muito forte para não cair numa depressão, pois quem sofre dessa doença simplismenmte perde toda a qualidade de vida...mas tenho fé que vou melhorar cada vez mais e ficar longos períodos sem crise...

 
At 4:58 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho retocolite ha 12 anos tomo sulfassalazina estou bem , o único problema é estou com o rosto todo manchado devido a sulfassalazina gostaria de saber se poderia tomar Lonium de 40mg.

 
At 12:39 PM, Blogger Marcele Barcelos said...

Fui diagnosticada em março de 2011,fiquei internada um mês com muito custo,depois de ter passado por vários upas,que até então não sabiam oque ocorria de fato comigo.Foram muitas noites sem dormir,muito enjoos e diarreias com sangramento.Muitas idas a upas para tomar soro e tudo que eu comia colocava para fora.Até que consegui internação,indo parar até na cti meu caso agravou pois eu não conseguia comer nada só vomitava,me alimentava apenas de soro e sangue.Fiquei com Anemia profunda por causa dos sangramento nas fezes,mas logo que foi diaguinosticado passei a tomar o Azulfin (sulfassalazina) 3 vezes ao dia). Hoje em dia tomo 2 comprimidos 2 vezes ao dia por conta de uma melhora,mas pra mim é muito difícil manter a dieta,mas preciso me cuidar,pois voltou a crise,mas graças a Deus eu consegui uma internação. Os estresses ajudam a desencadear a crise,assim como a má alimentação,mas tenho fé em Deus que ele irá me curar de uma vez,pois ele é o Deus do impossível e do jeito que eu fiquei na primeira crise era para eu ter morrido,pois perdi 10 kg e fiquei muito debilitada,mas hoje estou aqui viva graças a Ele!

 
At 4:41 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho Retocolite a 5 anos e ainda não sei qual a dieta certa.Já passei por várias situações constrangedoras,dentro de ônibus,na igreja e até com meu namorado,a noite e de madrugada piora a diarreia,já chorei muito já desejei morrer não saia de casa,mais hoje apesar da doença e todos os problemas me que ela me causa continuo crendo que o SENHOR JESUS vai me curar não só amim como todos vocês tenham FÉ pois ELE é o médico dos médicos ele ñ dorme e ñ nos abandona.
NÃO DESISTAM POIS NÃO EXISTE NADA IMPOSSÍVEL PARA O SENHOR JESUS.

 
At 4:46 PM, Anonymous Anônimo said...

Boa tarde eu moro em Rondônia,Tenho retocolite Ulcerativa a 2 anos, ainda bem que fui diagnostica com esta doença atempo, perdi uns 10 Kg, já tomei mesacol 800mg 4Xdia, predinisona, enema 3g, fiquei muito ruim, já fiquei internada por uma semana tive que tomar 2 bolsa de sangue até que descobri um anjo em São Paulo Dr. Aytan Miranda, ele me passou pra tomar mesacol MMX 1200 2 X dia, fiquei 1 anos sem crise, agora estou saindo de uma crise estou tomando Mesalazina MMX 1200 2 x dia + supositório 500mg 2 x dia e Azatioprina 50mg 1 x dia estou melhorando mas sinto muita dor medula será que isso é normal, estou tentado programar minha viagem a São Paulo pra faz uma nova avaliação com Dr. Aytan.

 
At 9:09 PM, Anonymous Anônimo said...

OI; A ALGUNS DIAS DESCOBRI QUE MINHA FILHA DE QUASE 3 ANOS TEM ESSA INFLAMAÇÃO(CROHN), CLARO QUE NÃO ACEITO ELA É SÓ UM BB;ENFIM, O FATO É QUE A MÉDICA PASSOU 1 COMP/ MESALAZINA 400 POR DIA, MAS LENDO A BULA E LENDO ALGUMAS MATÉRIAS SOBRE O ASSUNTO, PERCEBI QUE NÃO É MUITO INDICADO USAR ESSE REMÉDIO EM CRIANÇAS;ALGUÉM SABE ME DISSER ALGO SOBRE ISSO? CREIO EM JESUS E SEI QUE ELE JÁ A CUROU PELA FÉ..... BOA SORTE A TODOS

 
At 8:16 AM, Anonymous Anônimo said...

Anônima anterior, acesse o site da Associação Mineira de Doenças inflamatórias intestinais, Crohn e Retocolite. http://www.amdii.org.br

 
At 11:20 AM, Anonymous Proctoclin said...

Infelizmente ainda não há cura para essas doenças.

 
At 1:41 PM, Anonymous Anônimo said...

Olá, fui diagnosticada com retocolite ulcerativa a 2 anos, meu médico é maravilhoso e com os remédio fico muito aliviada, apesar de eu sentir dor abdominal e cansaço todos os dias, mas uma coisa que vem me preocupando é o meu emocional, fico bem triste e as vezes penso que deveria morrer ao invés de conviver com isso, choro atoa e me sinto diferente de todas as meninas da minha idade, tenho 15 anos, o que eu devo fazer?

 
At 4:00 PM, Anonymous Proctoclin said...

Muito bom post, com várias dicas ótimas.

 
At 6:53 PM, Anonymous Anônimo said...

brdescobri q tenho reto colite a 1 anos sempre fui um cara saudavel fazia academia era forte ,gsotava de viajar mas depois tudo se desmoronou com a doença perdi 15 k sofro com muito dores de cabeça ,diarreia e dores abdominais .....
iafurinm

 
At 5:09 PM, Anonymous Anônimo said...

Descobrir que minha filha poderia ter Doença de cronh com 09 meses, mais devido o estado dela ser considerado bom a médica ainda não indicava colono, mais ao completar 02 anos ela continuava a ter sangramento pelas fezes, porém, ela não teve perda de peso, na verdade o único sintoma da doença era a fissura que não cicatrizava e também ela tinha um quadro gravíssimo de alergia alimentar, mais graças a Deus e a excelente médica Dra. Rosa Helena Gusmão, ela está muito bem apesar de ter sido diagnosticada muito pequena pois, hoje ela está com 04 anos e convive de forma natural com a doença.

 
At 5:34 PM, Anonymous Anônimo said...

Leandro. 28 anos.Gente, tive o diagnostico há 2 dias. Pensei logo no pior, estava muito abalado emocionalmente, depois que li vcs, estou com forças e mais tranquilo. A doença é isso, o que todos relataram, agora é fazer o possível pra sair da crise e o impossível para ela nao voltar.
Lembrando que o psicológico atua de maneira muito ardo-a na manifestação da doença.

 
At 8:50 PM, Blogger quezia said...

Há 1 mês fui diagnóstica com colite, fiquei internada, tomei mesalazina 800 mg por 15 dias mas não vi melhora, agora estou tomando 2 comprimidos de mesacol mmx 1200 mg por dia, estou na esperança que contenha o sangramento e melhore as dores,só Deus em nossas vidas, ninguem na minha família tem essa doença, mas reparei que tive após assumir um cargo de chefia e aumentar meu extresse.

 
At 1:43 PM, Blogger Darleny Adautho said...

Fui diagnosticada com o crohn. Ja comecei a tomar a medicaçao maia sinto muitas dores e vou direto ao banheiro. Queria algo que melhorasse essas idas ao banheiro.

 
At 4:11 PM, Blogger Edison Figueira Junior said...

Retite é a mesma coisa que Retocolite ?

 
At 7:50 PM, Anonymous Anônimo said...

Olá boa noite.
Fui diagnosticada a dois anos com Crohn, passei vários apuros, não é fácil ter essa doença, passei por vários proctologistas ate achar um médico abençoado que estivesse a fim de procurar a causa da minha diarréia, meu medico Dr Desidério Roberto proctologista do hospital Edmundo Vasconcelos, descobriu depois de mais de um ano passando por varios medicos o Crohn, hoje faço tratamento com um gastro maravilhoso tb do Edmundo Vasconcelos Dr. Wilson Santos maravilhoso, a cada seis meses passo com o procto, e a cada três com o gastro, tomo mezalasina de 800mg 3x ao dia, fiquei em remissão por um bom tempo, agora voltei a ter alguns episódios de diarréia, meu gastro solicitou vários exames e uma equipe multidisciplinar para saber se não desenvolvi outras doença. To chateada, mas sei que vai passar, tb sei o quanto é difícil contar para outras pessoas o que temos, pelo menos aqui lu várias histórias, que levantaram o meu astral, me animaram a ir atrás para descobrir se não estou com complicações, encontrei pessoas e histórias que sabem o que passo e como é angustiante as crises.

 
At 8:46 PM, Blogger Edson Domingos Silva said...

boa-noite-sou-portador-da-retocolite-a3anos-sofri-muito-para-descobrir-o-diagnostico-certo-passei-por-varios-médicos-até-que-o-DR.MACELINO-ATRAVÉiS-DA-COLONOSCOPIA-diagnosticou-o-meu-pobrema,faço-tratamento-com-mesacolmmx1200-tomo-1conprimido-por-dia-e-hoje-estou-praticamente-curado-atraveis-di-uma-alimentaçao-saldave-e-esse-grande-medicamento-de-auta-tcnologia-com-substância-prologada-que-surgiu-recentimente-no-brasil,tenho-muita-fé-que-vou-ser-curado-em-nome-do-senhor-jessus.

 
At 10:00 PM, Anonymous Anônimo said...

Allan Oliveira 30 anos- (ao.40@hotmail.com) Descobri q tinha retocolite ulcerativa apos 60dias com diarreia com sangramento em março de 2013. Fiquei anemico e tive q ser internado por 8dias. Tomei 4bolsas de sangue. Antes da internação não tinha animo pra nada, tinha sino o dia todo, não aguentava correr, subir escadas ou carregar peso. Não faço nenhuma dieta. As vezes tenho muitos gases e diarreia com sangue, mas é passageiro. Tomo sulfamesalazina 400mg 6comprimidos/dia. Nao tenho rwcurso financeiro. O unico exame q paguei foi a biopdia da colono q eliminou a hipotese de cancer, graças a Deus. Recebo remedios do SUS, mainhedica se descredenciou do SUS e ñ tem outro gastro na mninha cidade. Vou receber a segunda rmessa de remedios q duram mais 3meses e agora vou ter q procurar outro medico em outra cidade para continuar a receber os remedios pelo sus. Se tiver q pagar, vou ter q gastar R$350/mes. Tenho fe q vou conseguir ficar são. Graças a Deus não temho dores abdominais. Obrigado ao autor do blog q me ajudou muito a entender a doença e me tirou o medo d ser ostomizado. Bom tratamento a todos! Sempre podemos confiar em Deus e seguir em frente. Obrigado.

 
At 4:16 PM, Anonymous Anônimo said...

Desde outubro de 2012 sofro com fortes dores abdominais. Primeiramente o diagnóstico foi de colite, tomei azulfin, depois alteraram para mesacol mmx 1200, mas nada melhora a dor, que é sazonal, mas diária. Passei por 6 médicos e fiz todos os exames, e os 6 médicos dizem que eu não tenho nada... E a questão de afetar a vida emocional é verdade, pois não consigo sair pelas manhãs, pois é o pior período e assim, não consigo voltar ao trabalho. E o mais complicado é conseguir um médico que queira de fato ajudar o paciente a vender essa doença...

 
At 11:47 PM, Anonymous Lara Cristina said...

Tenho Retocolite a 11 anos uma doença ,contrangedoira esta e palavra para mulher imagina para o homem.eu tinha 30 anos hj naum vivo como uma pessoa norma.tenho limitações sofro com isto.Mais tenho fè em Deus .

 
At 3:59 PM, Anonymous Anônimo said...

Eu, Jailton 40 anos moro em Olinda-PE tenho diagnóstico de retocolite ulcerativa. Há dez anos, embora tenho toda sintomatologia a três anos sem diagnostico, com difícil controle medicamentoso,já fiz uso de sulfassalazina por anos junto com bacttrin e neste período de uso sempre com muita evacuações com muco e urgente, cerce de 10 a 20 vezes ao dia. também tive problemas renais, em que tiver que me submeter a sete cirurgias para a retirada de cálculos que foi sugerido a origem medicamentosa, fiz uso de corticoide e imunossupressores no qual se tornou de grande dificuldade para retirada, de uma certa forma fiquei dependente, quando tentava retirar tinha recaídas. após 6 anos do quadro, por apresentar sucessivas infecções pulmonares foi diagnosticado Imunodeficiência comum variável, pois estes período apresentava quadros artrite prejudicando a locomoção, e não podendo me higienizar sozinho, com quadro de muita dor. Onde, comecei a fazer uso de imunoglobolina a cada 21 dias, em que tive uma melhora significativa das infecções e artrite e permanecendo a retocolite severa. Passei para mesalina com dose de 12 comprimidos de 400mg e amoxilina em uso continuo, fiz por muitos anos mesmo sem melhora do quadro. Já fui indicado para cirurgia para a retirada do cólon, por haver divergências médicas pelo meu quadro de saúde foi afastado por enquanto essa hipótese, iniciando novo tratamento com outro antibiótico. Há dois anos estou com quadro de dores agudas e crônicas e diarreia, sem medicação que surta efeito, fazendo uso de analgésicos potentes continuo, como tramadol de 100mg e outros espasmódicos.

 
At 7:33 AM, Anonymous Anônimo said...

Médico Gastro diz: 1) Muitos pacientes de Crohn e Retocolite têm alívio nos sintomas diminuindo ou moderando as quantidades de carboidratos como trigo, arroz, batata, mandioca, pois em excesso causam fermentação. 50 gramas costumam ser suficientes para uma refeição e o restante deve ser completado com suco ou vegetais. Por exemplo: 50g equivalem: 1 pão de sal = 50g, ou 8 bolachas = 50g. Cerca de 5 colheres de sopa arroz ou batata = 50g. Em muitos pacientes, as crises não vem de repente, mas aos poucos com algum erro frequente. Se algo lhe faz mal, evite, ou use apenas ocasionalmente, pois erros como excesso de carboidratos, açúcar e gordura, fazem as crises voltarem.

 

Postar um comentário

<< Home